Notícias

03/01/2014 06:53

O POPULISMO ENDÊMICO em AÇÃO

  A ameaça do grito das ruas, do brado coletivo e o berro do PODER ORIGINÁRIO buscam evidenciar a heteronomia vexatória. Porém, as  classes dominantes , no seu populismo endêmico, possuem meios para transformar as ameaças do grito, do brado e do berro, num funesto cortejo de argumentos...
02/01/2014 08:05

“SER ALIADO NÃO é ser COLÔNIA - SER AMIGO NÃO é SER PUPILO”

  A condenação do COLONIALISMO e da ESCRAVIDÃO estão  presentes nestas duas distinções realizadas, há duzentos anos atrás, por Hipólito José da Costa. Quando buscou de forma pacifica, coletiva e de maneira planejada a declaração formal de sua soberania o Brasil teve de apreender a fazer...
01/01/2014 09:00

O HÁBITO de ASSUMIR o DEVER da INTEGRIDADE INTELECTUAL

  No meio dos gritos, do ruído e da agitação geral é possível distinguir profissionais, políticos e seres humanos do mais alto valor para uma civilização.  Nestes seres humanos basta observar o cultivo continuado e primordial da forma como assumem e praticam o hábito do dever da...
31/12/2013 07:52

O GRITO e a FALTA de RAZÃO.

  O GRITO é indispensável para o bebê sobreviver e ser notado. Como tal ele é a primeira expressão humana.  Além desta etapa a sua emissão  expressa as buscas humanas da onipresença e da eternidade e é índice de sua onipotência e de uma onisciência disfarçadas. Aristóteles - depois...
30/12/2013 08:00

O MITO e a OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA.

  A era PÓS-INDUSTRIAL valeu-se do desmanche e da entropia comandada pela natureza e acelerou o processo. A entropia natural foi ferramenta, nunca como antes,  da obsolescência programada.  Numa linha montagem industrial  as máquinas produzem o mesmo e o rigorosamente igual....
29/12/2013 07:01

TODA CIVILIZAÇÃO é UMA CONSTRUÇÂO ARTIFICIAL.

   A naturalização dos Mitos e dos Símbolos é o caminho contrário de uma cultura humana ou de uma civilização. O retorno á Natureza é o resultado  e o fruto da pura entropia. Uma civilização  é uma usina criadora de Símbolos e de Mitos evidenciando a sua construção artificial....
28/12/2013 07:26

MONUMENTOS MITOS e NATURALIZAÇÔES.

   Uma civilização cria e se cerca de Mitos e de Símbolos e que nada significam para além de seus limites. Os Símbolos e os Mitos buscam alargar o seu sentido e se constituem a raiz do colonialismo. Em momentos de conflitos abertos os Mitos e os Símbolos de uma nação ou ideologia são...
27/12/2013 06:42

QUANDO a NAÇÃO BRASILEIRA TINHA VOZ e VEZ.

   As forças do PODER ORIGINÁRIO BRASILEIRO encontraram vozes iluminadas por inteligências coerentes com a Nação submetida às dores do  parto do REGIME REPUBLICANO e enquanto agonizavam as vozes imperiais. Vozes ainda atentas à origem do seu poder e não cegadas pela fama e lucros...
26/12/2013 07:32

Em ARTE, em POLÍTICA e no ESPORTE NÃO EXISTE PERDÃO.

   Quem ingressa no mundo do ESPORTE, da POLÍTICA e da ARTE o faz pela sua própria escolha. Assim corre riscos imensos,  não possui garantia de nada e de ninguém a não ser da própria vontade. De herói para vilão é apenas um cochilo ou único passo em falso. Phlippe PETAIN: herói ou...
25/12/2013 07:20

A VULGARIDADE BEIRANDO ao CRIME

  A cultura, a civilização e a própria VIDA estão em perigo. O perigo decorre silenciosamente tanto do MITO como da NATURALIZAÇÂO desta cultura, da civilização e da vida. No caso da VIDA o perigo decorre de sua transformação  num clone sem identidade, sem autonomia e alma própria....

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode