UNIVERSIDADE e FÁBRICA

05/07/2018 01:36

UNIVERSIDADE como um dos ANEXOS da FÁBRICA.

A autonomia da UNIVERSIDADE é seriamente comprometida ao se colocar sob qualquer heteronomia. 

No inicio da ERA INDUSTRIAL lutou seriamente contra heteronomia do poder eclesiástico. Assumida pelo ESTADO NACIONAL,  este a entregou e colocou sob a heteronomia da FÀBRICA, do TRABALHO e da EMPRESA.

Todos aprovaram os CURSOS SUPERIORES PROFISSINALIZANTES como teleologia digna, última e única de uma UNIVERSIDADE . A obsolescência da ERA INDUSTRIAL e a vigorosa entrada da ÉPOCA PÒS-INDUSTRIAL demonstrou, comprometeu e esvaziou a teleologia dos CURSOS SUPERIORES PROFISSINALIZANTES como digna  uma UNIVERSIDADE. Se estas PROFISSÕES não sumiram foram tão transfigurados que as torna um vexame universitário.

A  UNIVERSIDADE - exausta e exaurida - não possui argumentos dignos de crédito diante do CAPITAL, das EMPRESAS e das FABRICAS ROBOTIZADAS.

Como passou um longo tempo sem exercitar e centrar a sua capacidade de cultivar o HÀBITO intelectual, moral e estética perdeu a sua credibilidade. Além disto, o POPULISMO a empurrou para a dispersão no atendimento de segmentos pontuais da sociedade. Tornou-se uma instituição meramente assistencial, concorrendo com outras instituições que fazem, isto,  muito melhor e mais rápido.

Nesta perspectiva  a UNIVERSIDADE  torna-se um depósito compulsório de jovens e de velhos que o MERCADO de TRABALHO não CONSEGUE ATENDER. Resta para a UNIVERSIDADE procrastinar, por tempo indeterminado, uma SOLUÇÂO que NINGUÈM CONSEGUE VISLUBRAR e MUITO MENOS SOLUCIONAR. PROCRASINAÇÂO que responde pelas etapa de graduação, especialização mestrado, pós-doutorado Assim a vitima de processo atinge a etapa na qual não existe mais emprego e com o mercado saturado de doutores de uma UNIVERSIDADE POPULISTA e ANACRÔNICA

Assim a UNIVERSIDADE se repete como ESCOLA na sombra das ATEDRAIS atualmente na forma  de sombra de  FABRICAS ROBOTIZADAS de ARRANA-CEUS para EMPILHAR GENTE e de ruidosas AVIÕES e VIAS EXPRESSAS de carros.

 

WEBER, Max. Sobre a universidade. São Paulo: Cortez, 1989.  152 p.

 

‘ “A FILOSOFIA do PROGRESSO”

https://www.elmercurio.com/blogs/2018/06/11/60906/La-filosofia-del-progreso.aspx

 

A FÁBRICA e a ESTRUTURA de PODER desconhecem a UNIVERSIDADE

https://www.ces.uc.pt/myces/UserFiles/livros/764_Entre%20a%20Fabrica%20e%20a%20Comunidade_EE_2000.pdf

 

ESTADO::SAÚDE PÙBLICA  e EDUCAÇÂO  ESCOLAR

https://www.economiaynegocios.cl/noticias/noticias.asp?id=483647

 

‘Os DANOS à UNIVERSIDADE SUSTENTADOS pelos seus  DIRIGENTES’   El Mercurio 17.06.2018

https://www.elmercurio.com/blogs/2018/06/17/61058/El-dano-a-la-idea-de-universidad.aspx

 

Imagem FÁBRICA de CONHECIENTIDOS

https://mapadecultura.rj.gov.br/manchete/fabrica-do-conhecimento

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10205272456688388&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode