Uma OBRA de ARTE SEMPRE ESTÁ INCOMPLETA

18/01/2018 02:32

Uma OBRA de ARTE SEMPRE ESTÁ INCOMPLETA

https://profciriosimon.blogspot.com.br/2018/01/225-estudos-de-arte.html

 

Uma OBRA de ARTE só se completa em quem a recebe Quem recebe uma OBRA de ARTE pode AVALIAR o seu SENTIDO, VALOR e VERDADE  na MEDIDA em que CONHECER os  CONTRATOS, os PROJETOS e LEIS nas quais o artista a criou.  Na falta destes CONTRATOS, de PROJETOS e de LEIS os JUIZOS são arbitrários, a improvisados e meros caprichosos. Os atravessadores, os mediadores e os interesseiros impõem os EVENTOS PASSAGEIROS que não deixam memória e nem geram uma consciência coletiva para que  o PRODUTOR -  da OBRA de ARTE - POSSA  COMPLETÁ-LA em QUEM A RECEB. Estes interesseiros, mediadores e atravessadores INTERVÉM, INTERPRETAM e  IMPÕEM a sua VERDADE, seu  VALOR MESQUINHO e o seu SENTIDO TORTO. Carlo estava ARGAN quando escreveu em relação à ARQUITETURA[1] tocou nesta incompletude da OBRA de ARTE

, “a aparente incompletude da obra de arte, seu não poder ser senão como ser-no-mundo, seu colocar-se como Dasein e não como Sein, se manifestam na arquitetura moderna no predomínio, aliás, na substituição das perspectivas pela planta como momento essencial não só da funcionalidade, mas do valor estético do edifício”.

Uma AVALIAÇÃO ISENTA, IMPESSOAL e OBJETIVA perde  qualquer possibilidade - e sentido -  onde domina a “POSSE dos CARGOS” transformados em CABIDES de EMPREGOS BEM REMUNERADOS.  Ali os ARTISTAS estão à mercê dos ATRAVESSADORES, MEDIADORES e INTERESSEIROS na ausência de CONTRATOS, de PROJETOS e de VALORES CONHECIDOS e RESPEITADOS No seu lugar emergem os “PRÊMIOS em CIMA DE...”, os EVENTOS OCOS, o MARKETING e PROPAGANDA manejados e favoráveis aos ATRAVESSADORES, aos MEDIADORES e aos INTERESSEIROS.

GABRIEL FAURÉ  - PAVANE – opus 50

https://www.youtube.com/watch?v=mpgyTl8yqbw&feature=youtu.be

 

Imagem  BOEIRA Oscar -1883-1943- Figueiras - óleo 18.3x24cm - in Veeck 1998 p.127

PIETA., Marilene. « Oscar Boeira- Um pintor com luz própria» in VEECK, Marisa Caixa  Resgatando a Memória. Porto  Alegre : Caixa Econômica Federal, 1998c pp.119/139

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10204630660523885&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode