TRÊS CAMAS

12/01/2015 07:24

As TRÊS CAMAS ou as  TRÊS  CADEIRAS.

O trânsito entre o mundo empírico em direção ao mundo das ideias mereceu de Platão a seguinte encadeamento

Há três espécies de camas: uma que existe na natureza das coisas e da qual podemos afirmar, penso, que Deus é o autor, de contrário quem seria?...

-Ninguém mais a meus ver.

- A segunda é do marceneiro.

-Sim

- E a terceira, a do pintor, não é/

- Seja

Assim, pintor, marceneiro, Deus, são três que presidem a fatura das três espécies de camas”.  (1985, 2º vol, p. 221):

 

PLATÃO ( 427-347) – A REPÚBLICA – Tradução di J. Guinsburg  2º volume . São Paulo : Difusão Europeia do Livro, 1985, 281 p.     https://pt.scribd.com/doc/28055175/Platao-A-Republica-Vol-II-Do-V-ao-X-livro

 A instalação  “As três cadeiras” do arista norte-americano Joseph KOSUT – retoma na contemporaneidade este  trânsito e encadeamento entre o mundo empírico em direção ao mundo das ideias de Platão em relação à criação artística. Na cultura ocidental o Verbo (verbete do dicionário ou do Google) é considerado o início desta cadeira ou desta cama e é tratado como Deus. A imagem cabe ao pintor, fotógrafo ou designer. O marceneiro coloca a cadeira ou cama no mudo prático e utilitário.

 

https://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2012/04/24/925235/conheca-uma-e-tres-cadeiras-joseph-kosuth.html

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode