SONO IMPERIAL BENEMÉRITO.

31/05/2014 06:03

SONO IMPERIAL BENEMÉRITO.

Certamente o Imperador Dom PEDRO II merecia um monumento por este sono num hora tempestuosa como as vésperas da Proclamação da Republica e o final do Regime Imperial.

[Baile da Ilha Fiscal de Aurélio de FIGUEIREDO -1854-1916]

 Dom Pedro II (1825-1891) era bem informado, e viajado pelo mundo e o primeiro a saber o que significaria um confronto entre os dois paradigmas antagônicos. Contrariando os seus antepassados, que permitiam prender, julgar e enforcar o menor atentado à sua “sagrada” figura, deu tempo e ocasião para que o frágil PODER ORIGINÁRIO BRASILEIRO, recém saído da escravidão, se organizasse e se expressasse em milhares de GRÊMIOS REPUBLICANOS. Com este SONO IMPERIAL não houve praticamente derramamento de sangue, pilhagem de economias e aparecimento de atravessadores, de mediadores de ocasião e pseudo tituladores. Se o mandatário supremo tivesse escutado, seguido e fosse guiado pelos atravessadores, mediadores de ocasião e pseudo tituladores se isola da ORIGEM do seu PODER e se condena a ser um SOLITÁRIO do TRONO. Este ele o ocupa solitário pela força legal. Porém jazem aniquilados o seu mando, liderança e exercício efetivo do poder

PODER IMPERIAL SOLITÁRIO

https://www.opapeldaarte.com.br/844/

https://peregrinacultural.wordpress.com/tag/d-pedro-ii/

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode