SÒ se ENSINA e APREENDE o que se É

20/05/2017 02:43

SÓ se ENSINA e APRENDE o QUE SE É.

 

O profissional do magistério transmite somente aquilo que é o seu próprio SER e o seu próprio ENTE. O ensinamento de Aristóteles[1](1973: 243 114a 10 )  também vale para a ARTE do MAGISTÉRIO: “Toda a arte está no que produz, e não no que é produzido.

No lado da recepção desta transmissão o educando também elabora, recebe ou recusa aquilo que o seu próprio ENTE consegue mudar no próprio modo de SER.

Não há saltos e milagres nem mudanças bruscas e inexplicáveis. A DIDÀTICA MAGNA de COMENIUS insite sobre esta lenta e progressiva acumulação.

As portentosas MISSÔES JESUITICAS provaram que por maior que se a PROPAGANDA e o MARKETING de uma civilização estranha aos povos indígenas só é perda de TEMPO, de ENERGIAS e BOA VONTADE. Quando o MARKETING, a PROPAGANDA e os seus AGENTES DESAPARECEM este indígena se percebe iludido, desmoralizado e retorna para estágios piores do que antes. Todas as ideologias totalitárias e monocráticas produziram algo semelhante em todos os TEMPOS, LUGARES e SOCIEDADES. As ideias, as concepções politicas e técnicas são perfeitas em si mesmas.

Porém a ERA INDUSTRIAL está a evidenciar os seus equívocos e os altos preços a pagar. No contraditório uma sociedade que ainda é nômade, coletador e acostumada ao escambo econômico é uma utopia a QUEIMA de ETAPAS. Uma sociedade destas não pode ser jogada repentinamente nas circunstância da EPOCA PÓS-INDUSTRIAL Somente uma ideologia totalitária e monocrática pode propor a utopia a QUEIMA de ETAPAS. Por PODER até PODE: porém o preço a pagar dificilmente cobre os benefícios a longo prazo.

 Isto não impede o surgimento de um Sócrates, de um Buda, de um Moises ou de um Cristo para quem vale o pensamento de Marcel DUCHAMP:

Sob a aparência, estou tentado dizer sobre o disfarce, de um dos membros da raça humana, o indivíduo é de fato sozinho e único e no qual as características comuns a todos os indivíduos, tomados no conjunto, não possuem nenhuma relação com a explosão solitária de um indivíduo entregue a si mesmo”.

 

DUCHAMP. Marcel O artista deve ir à universidade?”[2] in SANOULLET, Michel. DUCHAMP DU SIGNE réunis et présentés par Michel Sanouillet Paris: Flammarrion, 1991, pp. 236-239

 

ÉPOCA PÒS INDUSTRIAL

https://www.hottopos.com/vidlib7/e2.htm

 

Imagem ORTEGA Y GASSET: ensinar a duvidar

https://sarauxyz.blogspot.com.br/2016/01/frases-de-ortega-y-gasset-e-abujamra.html

 

FACE BOOK
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10203678339796462&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater



[1]              - ARISTÓTELES (384-322). Ética a Nicômano. São Paulo: Abril Cultural1973. 329p.

 

[2]

                        [2] - Texto de uma alocução em inglês pronunciada por Marcel Duchamp, num colóquio organizado em Hofstra em 13 de maio de 1960.

                    Consta em SANOULLET, Michel. DUCHAMP DU SIGNE réunis et présentés par.. Paris Flammarrion, 1991, pp. 236-239

                    Traduzido para Victor Hugo Guimarães Rodrigues - professor da FURG -  por Círio Simon em 27 de junho de 2004 no contexto do 1o Colóquio dos Dirigentes das Instituições Superior de Arte do Rio Grande o Sul realizado entre 24 e 26 de junho de 2004 no Instituto de Artes da UFRGS.

 

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode