REPÚBLICA

15/11/2015 07:37

 

REPÚBLICA. 

Evidente que existe a “REPÙBLICA VELHA” e até a “REPÚBLICA CORRUPTA”. Nesta sua corrupção ela não escapa aos perigos de sua invasão, de apropriação do seu campo de forças e da corrupção dos seus ideais mais caras. A LIBERDADE, a DEMOCRACIA e a REPÚBLICA são riquezas vivas,  caras e se corrompem ao menor vacilo ou falta de confiança nelas.  São violadas e morrem a partir do instante em que deixam de ser o bem supremo de uma nação. O ato terrorista de Paris, de 13.11.2015, é culpa não dos agentes mas da falta de confiança dos cidadãos na REPÚBLICA, na DEMOCRACIA e na LIBERDADE.  Para esta falta de confiança nas ideias do PROGRESSO  significam  o mais  franco REGRESSO à BARBÁRIE. Esta falta de confiança no ideal da ORDEM se traduz no  CAOS e até  DESORDEM sanguinária do  ato terrorista de Paris, de 13.11.2015.

A Platão percebe, no sistema aberto democrático,  esta fragilidade, beira do  CAOS e da  DESORDEM  e que descreve na sua obra “A REPUBLICA”:  “Graças à liberdade reinante, e parece que quem pretende fundar uma cidade, é obrigado a dirigir-se a um Estado democrático, como a um bazar de constituições, para escolher a que prefere e, a partir desse modelo, realizar em seguida o seu projeto”. (Platão, p. 273, 1997)

 

PLATÃO – A República [Tradução de Enrico Corvisiere] . São Paulo : Nova Cultura-Círculo do Livro, 1997, 352 p.    ISBN 85-351-1004-6

https://www.scribd.com/doc/6077389/Platao-A-Republica

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10201478510962116&set=a.10201478510842113.1073742643.1756223351&type=3&theater

>

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode