PONTO de APOIO EXTERNO

27/04/2017 02:41

 

Um PONTO de APOIO EXTERNO.

O problema de Arquimedes “Deem-me um PPONTO EXTRNO e uma ALAVANCA e MOVEREI o MUNDO” parece cada vez mais urgente de ser entendido em todas as extensões e limites.

Alguns o confiam - este ponto de APOIO EXTERNO - à sua própria INTELIGÊNCIA, outros à sua VONTADE e um grande número confiam  aos seus SENTIMENTOS.

O erro comum aos três é que NEM SENTIMENTOS, NEM VONTADE e NEM INTELIGÊNCIA são PONTOS EXTERNOS á CRIATURA HUMANA e muito menos ao MUNDO.

Quanto aos sentimentos Nietzsche  percebeu na Arte (2000, p.134) esta inutilidade da confiança em si mesmo

A arte não pode ter sua missão na cultura e formação, mas seu fim deve ser alguém mais elevado que sobre passe a humanidade. Com isso deve satisfazer-se o artista. É o único inútil, no sentido mais temerário[1]

 

De outra parte este SOBRE-HUMANO aponta para fora do SER HUMANO, ou, aquilo que enjaula num EGO autofágico.

Uma salutar RUPTURA EPISTÊMICA conduz a INTELIGÊNCIA HUMANA para este universo externo. UNIVERSO EXTERNO das armadilhas e dos escapes das autodefesas construídas por uma VONTADE mesquinha e inútil para si mesma e aos OUTROS.

ALAVANCA e  PONTO EXTERNO

https://arturjotaef-numancia.blogspot.com.br/2015/02/o-mito-foi-uma-teoria-e-teoria-e-um.html

https://improvingteaching.co.uk/2014/12/14/archimedean-leadership-1-what-problems-could-leverage-observation-solve/

FACEBOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10203579474044880&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater



[1]           NIETZSCHE, Frederico Guillermo (1844-1900)  Sobre el porvenir de nuestras escuelas. Barcelona: Tusquets, 2000. 179.      

 

 

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode