PERIGO dos EREMITAS DESILUDIDOS

05/04/2017 05:47

O PERIGO dos EREMITAS DESILUDIDOS.

 

Todas as civilizações afluentes provocam o fenômeno inverso dos indivíduos desiludidos e que procuram meios de escapar desta compressão desproporcional de sua civilização.

Este fenômeno está em marcha quando a crença no estado nacional despenca para níveis muito baixos. Estes Estados nacionais foram gerados pela Era Industrial que necessitou acumular  matérias primas, máquinas, gente e capital para produzir em escala compensatória e lucrativa.

 A Época PÒSINDUSTRIAL está evidenciando, cada vez mais, a solução artificial dos Estados Nacionais. Estados Nacionais atolados no esgotamento e na poluição provocada pelas matérias primas, pelas máquinas obsoletas, da gente acumulada em favelas e do capital disfuncional da civilização da Era Industrial que a gerou.

A saída urgente e solitária do indivíduo humano deste acúmulo provoca cada vez mais EREMITAS DESILUDIDOS que teimam em, solitários, desmontar esta compressão desproporcional. Estes EREMITAS DESILUDIDOS estão em toda parte, provocando e angariando prosélitos que sentem, reagem e buscam  fugir da compressão desproporcional de sua civilização obsoleta e doentia da Era Industrial. A única saída dos EREMITAS DESILUDIDOS e dos seus prosélitos é  o lento e o progressivo retorno para a implacável Natureza. Retorno à Natureza que representa o fim das civilizações por mais brilhantes e duradouros que pareciam no seu apogeu. As areias, as florestas e os pântanos recobrem estas civilizações obsoletas e mortas.

OLMECAS

https://pt.wikipedia.org/wiki/Olmecas

 

Um VISIONARIO SOLITÀRIO e DESILUDIDO

https://liceu-aristotelico.blogspot.com.br/2015/06/principios-da-novilingua.html

 

Imagem  Pawel Kuczynski- “soldados-arado”.

https://redecastorphoto.blogspot.com.br/2014/03/incendio-do-reichstag-em-kiev.html

 

FACEBOOK

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode