OURO PRETO

11/09/2019 07:05

OURO PRETO. 

 

André João ANTONIL contou que os BANDEIRANTES. =- nas suas eternas andanças pelo vasto território inexplorado território brasileiro - atravessavam as Alterosas. Num dos seus pousos, a beira de um regato, um deles percebeu, no fundo da água, algumas PEDRAS PRETAS e quando as tomou na mão, sentiu seu peso incomum. As colocou o bornal sem desconfiar de nada. Afinal o que ele buscava eram pedra amarelas e faiscantes,  De retorno à SOROCABA, mostrou as tais PEDRAS PRETAS a um viajante. Este as levou, e ao examiná-las, descobriu que eram OURO FINÍNISSIMO.

Narra Antonil “Das minas de ouro, que chamam gerais e dos descobridores delas. HÁ POUCOS ANOS que se começaram a descobrir as minas gerais dos Cataguás, governando o Rio de Janeiro Artur de Sá; e o primeiro descobridor dizem que foi um mulato que tinha estado nas minas de Paranaguá e Curitiba. Este, indo ao sertão com uns paulistas a buscar índios, e chegando ao cerro Tripuí desceu abaixo com uma gamela para tirar água do ribeiro que hoje chamam do Ouro Preto, e, metendo a gamela na ribanceira para tomar água, e roçando-a pela margem do rio, viu depois que havia nela granitos da cor do aço, sem saber o que eram, nem os companheiros, aos quais mostrou os ditos granitos, souberam conhecer e estimar o que se tinha achado tão facilmente, e só cuidaram que aí haveria algum metal não bem formado, e por isso não conhecido. Chegando, porém, a Taubaté, não deixaram de perguntar que casta de metal seria aquele. E, sem mais exame, venderam a Miguel de Sousa alguns destes granitos, por meia pataca a oitava, sem saberem eles o que vendiam, nem o comprador que coisa comprava, até que se resolveram a mandar alguns dos granitos ao governador do Rio de Janeiro, Artur de Sá; e fazendo-se exame deles, se achou que era ouro finíssimo.”

Muita gente busca PEDRAS AZUIS e FAISCANTES e só encontra PEDRAS PRETAS e OPACAS. Nem desconfiam do que está no seu interior. Assim há gente que busca SORRISOS e ABRAÇOS e só encontra PESSOAS CARRANCUDAS e DISTANTES> Não se dão o TRABALHO de PRESTAR ATENÇAO e DESCOBRIR o TESOURO de que CADA UMA DELAS É PORTADORA

ANTONIL,,, “ RIQUEZA e OPULÊNCIA do BRASIl”_

https://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/2010/literatura/obras_completas_literatura_brasileira_e_portuguesa/ANDRE_ANTONIL/CULTURA/CULTURA_TEXTO.HTML

+ Imagem

https://fernandonogueiracosta.wordpress.com/2016/12/07/cultura-e-opulencia-do-brasil-por-suas-drogas-e-minas/

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=723347298114425&set=a.705103509938804&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode