OBSOLESCÊNCIA de BRASÍLIA

12/06/2016 07:28

 

BRASÌLIA e a OBSOLESCÊNCIA da ERA INDUSTRIAL.

https://naofoinogrito.blogspot.com.br/2016/06/136-nao-foi-no-grito.html

 

Brasília foi o resultado das promessas da ERA INDUSTRIAL. Como resultado desta ERA INDUSTRIAL estava condenada à obsolescência,  desde o seu princípio. Prevista para 500 mil habitantes, multiplicou este número sem parar de inchar e estourar todos o limites da racionalidade urbana. Formou-se um  sinistro rosário de favelas e  de sub habitações tanto no seu interior como na periferia  . 

  Contudo vale, também para Brasília, a sentença popular de “QUE POBRE SÓ VAI PARA FRENTE, ao TROPEÇAR”. O tropeço político, moral e estético de BRASILIA a lança em plena ÈPOCA PÓS-INDUSTRIAL. Ali é bom tom  “desaprender tudo, se reinventar e buscar o verdadeiro CONHECIMENTO de SI MESMA”. Conhecimento não reside apenas na ATUALIZAÇÂO da INTELIGÊNCIA e de CULTURAS ALHEIAS. A verdadeira PESQUISA da sua IDENTIDADE NACIONAL reside nos temas e nos problemas que se debatem no interior brasileiro. Contudo irá persistir o eterno problema de uma severa AMEAÇA da INCOGNITA de SI MESMO. Ameaça que se expressa nos hábitos subliminares do servilismo, da escravidão é do colonialismo.  Hábitos subliminares que também vegetam à custa de terras férteis. Hábitos subliminares que se alimentam da inteligência, da vontade e dos sentimentos na heteronomia, na escravidão e no severo colonialismo político, econômico e social.  Hábitos subliminares que se recusam olhar no próprio espelho. Para esta nação alienada e anestesiada não faltarão atravessadores, mediadores e criminosos que farão desfilar pela Esplanada dos Ministérios, em pelo e nu, este imenso rei tonto.

Resta a esperança nas palavras de Oswald de Andrade “antes dos portugueses descobrirem o Brasil, o Brasil tinha descoberto a felicidade[1].

FACEBOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10202221950707645&set=a.10202221950627643.1073742864.1756223351&type=3&theater


Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode