O ESCRAVO

11/01/2016 06:53

 

O ESCRAVO NÂO DELIBERA NEM DECIDE

A condição de escravo -  legal ou informal - retira da criatura humana e elimina dela o potencial de DELIBERAR e de DECIDIR.

Para eliminar esta  potencialidade - da  DELIBERAÇAO e do PENSAR da criatura  humana - é absolutamente necessário estabelecer um padrão mínimo de palavras de comando. Normalmente é realizado pela imposição de uma língua estranha. Pois a criatura humana PENSA COM PALAVRAS. Estas palavras são reduzida a um mínimo e escoimada de qualquer vocábulo que pudesse sugerir liberdade.

O dono do escravo sempre poderá alegar que pagou alto preço pela sua compra,  mantê-lo vivo e produtivo, portanto a escravo está em dívida. A LIBERDADE de DECIDIR está fora de qualquer questão.

O ESCRAVO JAMAIS se LIBERTA A SI MESMO.

GLADIADOR MORIBUNDO

 https://warburg.chaa-unicamp.com.br/obras/view/7506

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10201647190458998&set=a.10201647190378996.1073742704.1756223351&type=3&theater


Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode