O BRASILEIRO NÃO APREENDEU AINDA A SER PRÍNCIPE

24/08/2017 00:08

O BRASILEIRO não APRENDEU ainda a ser PRÌNCIPE

O  BRASILEIRO quer ser CACIQUE ou CORONEL. Ele não APRENDEU a ser e a se comportar como  PRINCIPE, ou seja, aquele que PRINCIPIA ALGO . Isto acontece apesar de o  BRASILEIRO ter passado pelo REGIME RÉGIO e IMPERIAL. Ele sabe  que aquele, que PRINCIPA ALGO,  CORRE todos os RISCOS e é, permanentemente, ameaçado de PERDAS consideráveis. Assim,  ao CORONEL ou CACIQUE,  é mais fácil e cômodo deixar-se carregar na rede dos costumes sem perturbar o SISTEMA colonial e servil HERDADO dos ANCESTRAIS REMOTOS.

A ânsia de  ser CACIQUE ou CORONEL  faz o  BRASILEIRO agir sob o impulso, do imediato e do efeito, contanto que os OUTROS TENHAM  todos os RISCOS e PERDAS. Ele reivindica todos os lucros, os benefícios e fama.

Já o   PRÍNCIPE age por PRINCÍPIOS.  O   PRÌNCIPE é aquele que PRINCIPIA e sabe preparar terreno, semear, cultivar e colher em limites e competências bem definidas.  Competências e limites bem definidos em PRINCÍPIOS contratados no interior de costumes, normas e leis.

 

SÊNECA e aquele que PRINCIPA

https://kdfrases.com/frase/154180

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10204103218578166&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode