Nem o ESCRAVO e nem o COLONO se LIBERTAM com os seus PRÓPRIOS MEIOS.

08/12/2013 11:17

 

Nem o colono e nem o escravo percebem a sua condição de heteronomia. Escravos e colonos não  possuem os meios para romper com estas circunstâncias das quais  não conhecem a origem, a natureza objetiva e as consequências. No BRASIL espanta a longa duração dos 300 anos do REGIME COLONIAL e a VIGÊNCIA dos 400 anos da LEGALIDADE da ESCRAVIDÂO. Este espanto não contabiliza os prejuízos dos saques, das arbitrariedades, da ignorância e da inanição de uma população submetida a  estas condições .  Um observador menos atento não se dá conta que todas as circunstancias continuam,  apenas com a troca dos rótulos.

 

UMA SEMENTE de LIBERDADE

https://naofoinogrito.blogspot.com.br/2013/12/086-nao-foi-no-grito.html

 

OS ESCRAVOS FELIZES

https://www.youtube.com/watch?v=2HoQYqLhJU0

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode