NAVEGANTES e o CAMINHO NOVO

17/02/2014 07:14

NAVEGANTES e o CAMINHO NOVO

Dom Diogo de Souza ao seu solar pelo Caminho Novo. Este Caminho Novo levava ao solar,  ao Bairro Navegantes e ao QUARTO DISTRITO de Porto Alegre. Ele foi objeto de uma imagem de Jean-Baptiste DEBRET (1768-1848) e de rasgados elogios dos poucos viajantes estrangeiros que se aventuraram, no início do século XIX, pelos caminhos conflagrados  da Província de São Pedro e por de. Parece que DEBRET não fez esta viagem â fronteia marcada por redobrados conflitos internos e externos. Por esta razão deve ter se enganado no título, como sobejamente demonstra o Mestre Arq. e Prof. BRUNO CÉSAR EUPHRASIO de MELLO. A imagem deve-lhe ter vindo as mãos do seu discípulo Manuel Araújo Porto-alegre (1809-1879) futuro Barão de Santo Ângelo, que teve aqui aulas de desenho e pintura com vários mestres da tintas e pinceis. Para reforçar da tese do Prof. BRUNO, Debret coloca, inclusive,  PORTO ALEGRE no mapa da província do Espírito Santo num dos seus mapas do Brasil. Uma nação que ocupa uma extensão territorial a três vezes o do Império Romano estes equívocos de nome e de localização são detalhes irrelevantes e com parcas consequências práticas. Especialmente para um estrangeiro, para quem o território brasileiro não abria os seus portos até 1808. Evidente que em época de satélites e de GPS este erro é monstruoso e inconcebível.

 

O EQUÍVOCO de DEBRET

https://urbsnova.wordpress.com/vilaflores/

Pesquisa do mesmo tema

MELLO, Bruno César Euphrasio de "A cidade de Porto Alegre entre 1820 a 1890: as transformações fíicas da capital a partir da impressões dos viajantes  estrangeiros"[dissertação Orient. SOUZA, Célia Ferraz de] Porto Alegre:  Faculdade de Arquitetura da UFRGS. 2010, 213 f.; il.;30 cm  https://www.archdaily.com.br/br/tag/bruno-cesar-euphrasio-de-mello

MAPA do BRASIL de Jean-Baptiste DEBRET

https://www.brasiliana.usp.br/bbd/handle/1918/00624510#page/21/mode/1up

Notícias

15/03/2013 05:43

A PERDA da INOCÊNCIA do MUNDO NUMÉRICO DIGITAL

  Se de um lado o Poder Originário possui compromisso com a mudança, a reciclagem e as fontes mais puras vida do outro os perigos, as fragilidades manejadas por lado multiplicam-se atravessadores, mediadores e  falsos titulares que coagem  e chantageiam  e ameaçam, penetrar nos...
14/03/2013 07:59

OBSOLESCÊNCIA e o MUNDO ABSURDO

  O Poder Originário possui compromisso com a mudança, a reciclagem e reencontrar as fontes puras da vida e reinventar sistemas culturais coerentes com as circunstâncias daqui e agora.  Estes sistemas primam sempre em serem abertos, robustos e aptos para a  reprodução...
13/03/2013 08:54

A QUALIFICAÇÃO em NOVAS CIRCUNSTÂNCIAS

  O Poder Originário potencialmente encontra ambientes mais abertos, mas frágeis e que necessitam o domínio de novos códigos. RECURSOS NUMÈRICOS DIGITAIS REVOLUCIONAM a UNIVERSIDADE https://bcufrgs.blogspot.com.br/2013/01/revolucao-nas-universidades.html CONTROLE do PACIENTE à...
12/03/2013 07:31

DIPLOMA é DIFERENTE de QUALIFICAÇÃO

  O Poder Originário sustenta cursos superiores, que conferem diplomas mas deixam muito a desejar na relação custos benefícios. A bacharelice brasileira é endêmica. A quantidade nada tem a ver com a qualidade. Questiona-se em que sentido o diploma , que permite...
11/03/2013 07:44

ÁGUAS BRASILEIRAS ou MUNICIPAIS?

  O Poder Originário paga a soberania, a patrulha e a defende indistintamente. Isto é assim desde a República Romana. Pergunta-se ¿ as águas brasileiras até 200 milhas pertencem à União ou para município, estados singulares? Por esta finalidade existe a faixa da União cuja ocupação é...
10/03/2013 07:53

O POVO PAGA por AQUILO que é DELE

  Pelo andar da carruagem daqui a pouca vai haver pedágio para que o Poder Originário entrar nos palácios e serviços públicos que dizem serem dele. O direito e ir e vir nas estradas públicas - com pedágio privado - é uma das amostras como os atravessadores, as auto intituladas...
09/03/2013 06:34

ONDE o POVO CONTROLA os BANCOS e os BANQUEIROS

  As energias do Poder Originário são inesgotáveis e imprevisíveis e competentes para controlar os mediadores, os atravessadores e os auto titulados donos do seu dinheiro e do fruto do seu árduo trabalho diuturno.   POVO e os BANQUEIROS...
08/03/2013 08:01

ANTES de seu TEMPO

  As energias do Poder Originário são inesgotáveis e imprevisíveis. Somnte alguns seres privilegiados possuem a atenção suficiente, sensibilidade e intuição de reunir uma enormidade de signos destas energias e traçar previsões dos rumos potenciais rumos, canais e redes onde estas energias...
07/03/2013 05:31

O FINAL dos REBANHOS é SEMPRE O MATADOURO

  O Poder Originário, reunido em rebanho e entregue às energias pela Natureza, caminha sempre para o matadouro das guerras, das revoluções sangrentas e para a boca dos fornos crematórios dos campos de concentração.   TRINCHEIRAS da PRIMEIRA GUERRA...
06/03/2013 07:51

MEIO VIVO

  Como meio vivo entre os denominados BRIC’s,  o Brasil não domina as tecnologias espaciais, a criação da tecnologia numérico digital e nem possui a aptidão dos indianos e russos na abstrações matemáticas A meia cultura pode ser comparada a estágio de meio vivo. O Poder Originário mundial...

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode