NAVEGANTES e o CAMINHO NOVO

17/02/2014 07:14

NAVEGANTES e o CAMINHO NOVO

Dom Diogo de Souza ao seu solar pelo Caminho Novo. Este Caminho Novo levava ao solar,  ao Bairro Navegantes e ao QUARTO DISTRITO de Porto Alegre. Ele foi objeto de uma imagem de Jean-Baptiste DEBRET (1768-1848) e de rasgados elogios dos poucos viajantes estrangeiros que se aventuraram, no início do século XIX, pelos caminhos conflagrados  da Província de São Pedro e por de. Parece que DEBRET não fez esta viagem â fronteia marcada por redobrados conflitos internos e externos. Por esta razão deve ter se enganado no título, como sobejamente demonstra o Mestre Arq. e Prof. BRUNO CÉSAR EUPHRASIO de MELLO. A imagem deve-lhe ter vindo as mãos do seu discípulo Manuel Araújo Porto-alegre (1809-1879) futuro Barão de Santo Ângelo, que teve aqui aulas de desenho e pintura com vários mestres da tintas e pinceis. Para reforçar da tese do Prof. BRUNO, Debret coloca, inclusive,  PORTO ALEGRE no mapa da província do Espírito Santo num dos seus mapas do Brasil. Uma nação que ocupa uma extensão territorial a três vezes o do Império Romano estes equívocos de nome e de localização são detalhes irrelevantes e com parcas consequências práticas. Especialmente para um estrangeiro, para quem o território brasileiro não abria os seus portos até 1808. Evidente que em época de satélites e de GPS este erro é monstruoso e inconcebível.

 

O EQUÍVOCO de DEBRET

https://urbsnova.wordpress.com/vilaflores/

Pesquisa do mesmo tema

MELLO, Bruno César Euphrasio de "A cidade de Porto Alegre entre 1820 a 1890: as transformações fíicas da capital a partir da impressões dos viajantes  estrangeiros"[dissertação Orient. SOUZA, Célia Ferraz de] Porto Alegre:  Faculdade de Arquitetura da UFRGS. 2010, 213 f.; il.;30 cm  https://www.archdaily.com.br/br/tag/bruno-cesar-euphrasio-de-mello

MAPA do BRASIL de Jean-Baptiste DEBRET

https://www.brasiliana.usp.br/bbd/handle/1918/00624510#page/21/mode/1up

Notícias

17/06/2018 04:06

NEM o MISANTROPO e NEM o o ALIENADO SÃO AUTÔNOMOS

17.08.2018 O MISANTROPO  e o ALIENADO NÃO SÃO AUTÔNOMOS. O ato de se ISOLAR, de se FECHAR com a SOCIEDADE e FALAR APENAS CONSIGO, está muito distante da AUTONOMIA.  É a clássica figura do MISANTROPO O MONOLOGAR CONSIGO é considerado um dos índices de ALIENAÇÂO ou da LOUCURA. Evidente que...
16/06/2018 01:22

ANACRONISMO em ARTE

ANACRONISMO na ARTE, A grande questão é saber se o ANACRONISMO em ARTE  é do ARTISTA, de QUEM APRECIA a SUA OBRA ou de QUEM se põe como mediador entre artista e o seu apreciador.    Ao admitir que a “ARTE ESTÀ em QUEM PRODUZ” cabe a questão -  e a ressalva - de saber se QUEM...
15/06/2018 01:54

NADA para os de FORA

PARA os DE FORA: NADA.  É necessário concordar que, em 2018, as nações,  os partidos e as instituições estão atomizadas,  pulverizas  e esmigalhadas INTERNAMENTE . Mesmo dentro dos mais fechados grêmios formam-se e se fecham sobre si mesmos GRUPOS políticos,  econômicos e...
14/06/2018 03:26

SURPREENDER

SURPREENDER. A MELHOR DEFESA é o ATAQUE. E o melhor ATAQUE é aquele da SURPRESA O PODER ORIGINÁRIO é SURPREENDIDO constantemente pelos DONOS do PODER. Estes SURPREENDEM apoderando-se  dos CARGOS e se consideram  AUTORIDADES CONSTITUÍDAS. O PODER ORIGINÁRIO trate de  trabalhar...
13/06/2018 01:50

ARTEENRROLAÇÂO

ARTEENROLAÇÂO. A ARTEENROLAÇÂO acontece quando alguém coloca FORMAS ONDE FALTAM IDEIAS. ¿ Como saber  e distinguir aquilo que é  ARTE do que não passa de pura FALCATRUA? Além de que a mentira ter pernas curtas  o TEMPO dos FRUTOS exige atenção e trabalho constantes e os resultados...
12/06/2018 00:09

FORMALISMO

COLOCAR FORMAS ONDE FALTAM as IDEIAS. “As pessoas tendem a colocar palavras onde faltam ideias”  Johann von Goethe. Não é arte a construção de complexos cenários onde predomina a técnica sobre o pensamento. “Quanto maior a técnica, menor é a criatividade e originalidade” conforme Jean RENOIR....
11/06/2018 00:37

COMBATEREMOS na SOMBRA

  COMBATERMOS na SOMBRA da NUVEM de FLECHAS. A falência do ESTADO NACIONAL, REGIONAL e MUNICIPAL desqualificou qualquer contrato entre o PODER ORIGINÁRIO e a AUTORIDADE CONSTITUÍDA. O resultado é uma imensa mortandade humana,  sangueira e  execuções sumárias a revelia de qualquer...
10/06/2018 01:41

O PODER INVISÍVEL

O PODER é INVISÍVEL.   O  CAOS TÉCNICO,  POLITICO, ECONÔMICO e SOCIAL resulta do fato de o PODER do DOMINADOR SER INVISÍVEL. QUALQUER DOMINADOR usa todos os artifícios e  faz questão para ser, de parecer e de se manter INVISÍVEL Em todas as épocas, e em especial no 3ª MILÊNIO,...
09/06/2018 01:13

MAIS TRÊS SÉCULOS de BRASIL COLÔNIA

Mais TRÊS SÉCULOS de BRASIL COLONIA.   O  BRASIL entra no TERCEIRO MILÊNIO com TODOS os SINAIS de ter de PADECER mais  TRÊS SÉCULOS de COLONIA.  O atraso TÈCNICO em relação às NAÇÔES DESENVOLVIDAS TECNICAMENTE confirmam os SINAIS de que o BRASIL terá de PADECER mais  TRÊS...
08/06/2018 01:46

HIC FICERUM PRANDIUM

“HIC FECERUM PRANDIUM”.  Pode-se considera a TAPEÇARIA de BAYEUX uma legítima OBRA de ARTE na mediada em que é competente para dar uma forma sensível para a SOCIEDADE, o TEMPO e LUGAR que o produzir. Com um MÌNIMO de matérias – pano, linhas de costura e agulhas -  esta TAPEÇARIA de BAYEUX...

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode