NAVEGANTES e o CAMINHO NOVO

17/02/2014 07:14

NAVEGANTES e o CAMINHO NOVO

Dom Diogo de Souza ao seu solar pelo Caminho Novo. Este Caminho Novo levava ao solar,  ao Bairro Navegantes e ao QUARTO DISTRITO de Porto Alegre. Ele foi objeto de uma imagem de Jean-Baptiste DEBRET (1768-1848) e de rasgados elogios dos poucos viajantes estrangeiros que se aventuraram, no início do século XIX, pelos caminhos conflagrados  da Província de São Pedro e por de. Parece que DEBRET não fez esta viagem â fronteia marcada por redobrados conflitos internos e externos. Por esta razão deve ter se enganado no título, como sobejamente demonstra o Mestre Arq. e Prof. BRUNO CÉSAR EUPHRASIO de MELLO. A imagem deve-lhe ter vindo as mãos do seu discípulo Manuel Araújo Porto-alegre (1809-1879) futuro Barão de Santo Ângelo, que teve aqui aulas de desenho e pintura com vários mestres da tintas e pinceis. Para reforçar da tese do Prof. BRUNO, Debret coloca, inclusive,  PORTO ALEGRE no mapa da província do Espírito Santo num dos seus mapas do Brasil. Uma nação que ocupa uma extensão territorial a três vezes o do Império Romano estes equívocos de nome e de localização são detalhes irrelevantes e com parcas consequências práticas. Especialmente para um estrangeiro, para quem o território brasileiro não abria os seus portos até 1808. Evidente que em época de satélites e de GPS este erro é monstruoso e inconcebível.

 

O EQUÍVOCO de DEBRET

https://urbsnova.wordpress.com/vilaflores/

Pesquisa do mesmo tema

MELLO, Bruno César Euphrasio de "A cidade de Porto Alegre entre 1820 a 1890: as transformações fíicas da capital a partir da impressões dos viajantes  estrangeiros"[dissertação Orient. SOUZA, Célia Ferraz de] Porto Alegre:  Faculdade de Arquitetura da UFRGS. 2010, 213 f.; il.;30 cm  https://www.archdaily.com.br/br/tag/bruno-cesar-euphrasio-de-mello

MAPA do BRASIL de Jean-Baptiste DEBRET

https://www.brasiliana.usp.br/bbd/handle/1918/00624510#page/21/mode/1up

Notícias

11/09/2013 04:41

CIVILIZAÇÃO EGO-ISTA

  Para o ocidental  a capacidade de observar - sem julgar - é uma quase impossibilidade. O reducionismo - praticado com a própria sentença cartesiana do COGITO, ERGO SUM - constitui uma observação do centrada sobre EU JULGADOR. Neste isolamento olímpico a sua sentença é fulminante: LOGO...
10/09/2013 07:43

As NARRATIVAS CADUCAM

  A falta ou o equivoco na adoção de um suporte coerente com a sua cultura de origem é fatal para a maioria das narrativas que circulam no seu interior e especialmente para  a sua projeção e reprodução em outras culturas. A narrativa oral foi desqualificada pelo texto manuscrito. Este...
09/09/2013 09:32

A INTELIGÊNCIA é UNIVERSL.

    A inteligência está larga e profundamente disseminada por todas as espécies vivas. Os vegetais, os animais e até na espécie humana que se considera a superior e proprietária exclusiva. A inteligência pode matar pelo excesso, ser poluída ou vir a faltar na hora mais inesperada. Os...
08/09/2013 07:43

O HÁBITO da INTEGRIDADE INTELECTUAL.

  A REVOLUÇÃO FRANCESA acabou com a universidade. Em seu lugar criou, em 1792,  o “INSTITUT de FRANCE”, com cinco academias e cada  uma com sua respectiva “ÈCOLE”. Com o retorno dos Bourbons, em 1816, voltou também a universidade da Sorbonne. Esta foi...
07/09/2013 08:20

PEDAGOGO ESCRAVO.

  O Dia da Pátria está ligado indelevelmente aos seus mestres. Porém o  estatuto legal destes mestres está intimamente associado a escravidão que permitia ao romano tomar, ao seu serviço, pessoas poupadas da espada. Foi natural e inevitável a passagem deste estatuto da escravidão ao...
06/09/2013 07:44

¿PARA QUE UM PAIS DESTES?.

  A construção dos Estados Nacionais é uma das maiores conquistas realizadas ao longo da História Contemporânea. Este projeto, trabalho e êxitos inequívocos - corrompidos pelos  mediadores, os atravessadores e os tuteladores – introduzem alta decepção, descrédito, ódio proporcionais e...
05/09/2013 08:03

ENTRE o REBANHO e o SOLIPSISMO.

  No final da era industrial o individuo está solitário e age revoltado no meio das multidões que as fabricas as megalópoles geraram e descartaram como obsoletas. Evidente que ninguém deseja o retorno ao solipsismo e ao culto epicurista que as antigas aglomerações humanas de todas as...
04/09/2013 05:44

MEDIADORES que não TEM NADA a PERDER.

  Os mediadores, os atravessadores e os tuteladores - ao se apresentarem diante do erário público -  não possuem nada a perder. No lado oposto qualquer ganho, mesmo que seja apenas de fama instantâneo e qualquer notabilidade é  lucro, mesmo que a descoberta do descalabro lhes valha o...
03/09/2013 08:22

CLUBE NÃO FAZ GREVE.

  O clube - comandado por mediadores, por atravessadores e pelos tuteladores - não faz GREVE para valer, mas apenas de ‘mentirinha’ para a torcida. Uma greve de verdade seria um tiro no pé. Sob a fachada de GREVE de ‘mentirinha’ organizam eventos inconsequentes, ruidosas festinhas e agrados...
02/09/2013 05:27

POUCOS RICOS num IMENSO PAÍS POBRE.

  O pior cenário para uma civilização é a existência da algumas pessoas ricas no meio de um mar de miseráveis, favelados e desesperados. Não há terreno mais fértil para que as revoluções brotem em todas as mentes humanas, as  guerras civis vitimem os mais fracos da população e as...

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode