... NÃO é ESTILO

15/07/2018 01:32

.....NÃO é ESTILO.

A época pós-industrial desterrou o MITO do ESTILO. Um dos eventos mais significativos deste abandono da concepção e normativa soberana do ESTILO foi dado pela BAUHAUS.  Esta foi concebida para a ERA INDUSTRIAL. No entanto percebeu, experimentou  e trabalhou para superar esta circunstâncias. Assim Paul Klee, Wassilly Kandinsky,  e tantos outros,  ativaram o PENSAMENTO EXPERIMENTAL INOVADOR Este PENSAMENTO foi fecundo e fez com que ultrapassasse as fronteiras do seu país de origem.  Os germens deste PENSAMENTO EXPERIMENTAL INOVADOR semeadas pela BAUHAUS se multiplicarem sem cair na imediata obsolescência programada na qual  mergulharam  outros movimentos e projetos  estéticos imobilizados e fixados em gerar, produzir e reproduzir um ESTILO de ARTE.

Ninguém condena movimentos ou menospreza projetos  estéticos que atingiram certo grau de  um ESTILO de ARTE.  O que se condena é forçar, manipular ou racionalizar um amontoada de concepções estéticas como ESTILO, CRIATIVIDADE e INOVAÇÂO  Deste amontoado no máximo pode nascer algo eclético, inconcluso e - na maioria das vezes -  repleto de contradições internas e externas Contradições que aniquilam  o PENSAMENTO que o seu autor diz ter tido ao produziu este amontoado desconexo.

INOVAÇÂO e DESCENTRALIZAÇÂO

Inovação  não é fazer qualquer coisa nova

https://www.diarioconcepcion.cl/politica/2018/07/07/jaime-toha-soy-partidario-de-la-descentralizacion-pero-no-de-cualquier-cosa.html

 

Imagem BAUHAUS COMO RENOVAÇÂO CRIATIVA

https://www.emobile.com.br/blog/fahmaioli/2013/06/19/bauhaus-nem-o-nazismo-destruiu-suas-ideias/

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10205309189286680&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode