INTELEGÊNCIA e SABEDORIA no ESPAÇO ABERTO

21/07/2021 09:38

 

 A INTELIGÊNCIA busca a SABEDORIA no ESPAÇO ABERTO

 

A trabalhosa e arriscada operação - da busca da SABEDORIA e as sua norma num sistema aberto - necessita a afirmação convicta de escolhas, de caminhos, de experiências que caduca, mudam e se reconfiguram a cada instante, lugar e sociedades nas quais ela tenta se estabelecer.

A SBEDORIA acontece também nesta operação no âmbito da CIÊNCIA que para Ladrière (in Bruyne 1977: 13) supõe contratos no interior de severas normas:

 “quando a reflexão sobre a ciência se organiza de maneira explicita, nada mais faz do que passar para a expressão o processo de auto finalização; é o que explica que as formulações que ela propõe possam ter um caráter normativo. A norma de que se trata que não vem de nenhum outro lugar senão do próprio processo pelo qual a ciência se constitui em seu devir histórico. Mas se pode falar de norma, é porque esse processo é, por si mesmo indicativo. Quando o procedimento epistemológico consegue refleti-lo, ele reencontra o eixo de progressão que se elaborou nesse processo e, ao mesmo tempo, descobre indicações relativamente precisas sobre a maneira pela qual o movimento poderá prosseguir”.

Aqueles que querem abreviar caminho, racionalizam este processo e tomam a parte pelo todo desta SABEDORIA. A ESCRAVIDÂO VOLUNTÁRIA biota desta racionalização e estreitamento mental recorrente. Nestes ambientes a frase batida de “MUSSOLNI SEMPRE TEM RAZÂO” tem plena guarida e renova-se  na forma de mitos, de messias e de profetas sem conta.

 Não faltam aproveitadores, mediadores e inescrupulosos que, nesta ESCRAVIDÂO CONSENTIDA, sugam o TRABALHO, o SANGUE e as LAGRIMAS. Nesta  ESCRAVIDÂO CONSENTIDA estes inescrupulosos constroem fortunas, impérios e prosélitos a perder de vista, ao exemplo da exploração dos seus apoiadores exposta, no dia 09 de maio de 1936, por MUSSOLINI em VENEZA..

VEIA MAUS em

https://prof-cirio-simon.webnode.com/blog/

BRUYNE, Paul de Dinâmica da pesquisa em ciências sociais: os polos da prática         metodológica. Rio de Janeiro : Francisco, 1977. 235p.

 

Imagem: SEGUIDORES de MUSSOLINI em VENEZA no dia 09 de maio de 1936

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo/?fbid=1212331785882638&set=a.705103509938804

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode