ENCAPSULADOS e ENCAPUZADOS

07/07/2014 12:44

Os historiadores tem a menor responsabilidade pelo fato de que a Historia Contemporânea estar em migalhas. A era da cultura pós-industrial é determinada por pessoas que aprenderam a criar narrativas singulares e mantê-las únicas encapsuladas. Vai longe o TEMPO do EU romântico que jogava o seu coração sangrando e pulsando no balcão do espaço público. O horror e o espanto pessoal eram apresentados ao transeunte como universais e veiculados de forma massiva, impressa e duradoura. Na época pós-industrial é o contrário: o horror e o espanto são encapsulados cuidadosa e asceticamente. O rótulo da narrativa condiciona o seu o consumo para uma obsolescência impessoal, programada e virtual.
A cultura pós-industrial formam vastas geografias culturais. Culturas habitadas por térmitas e clones alimentados pelo marketing e propaganda. Alimento cuidadosamente extraído do seu meio de origem, juridicamente encapuzado e mediado pelo marketing e pela propaganda. Clones com as suas vidas e os seus pensamentos pré-determinados e que torna desinteressante para ao outro clone com carga cultural idêntica.
O resultado é a solidão do clone na multidão.
Não interessa mais o CONHECIMENTO de SI MESMO, pois este clone é condicionado, servido e alimentado por mediadores, atravessadores e tutelares. Tutelares, atravessadores e mediadores que para o seu controle do rebanho aplicam chips numéricos digitais em todos e em tudo.

FERNANDO PESSOA
https://www.youtube.com/watch?v=iXuKZFarmP4

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode