Do ARTISTA PARA OUTRO ARTISTA

29/08/2019 07:47

Do ARTISTA para OUTRO ARTISTA 

 

O ARTISTA PRODUZ para OUTRO ARTISTA. Só o CONCORRENTE é CAPAZ de AVALIAR uma OBRA de ARTE de OUTRO ARTISTA.  

Deste que o ARTISTA CONSEGUIU INDIVIDUALIDADE e CONQUISTOU NOME próprio e RENOME individual  é possível falar de um CAMPO ESPECÍFICO das FORÇAS das ARTES.

Os SALÕES de ARTE FORAM ORGANIZADOS originalmente  pelos ARTISTAS para OUTROS ARTISTAS conforme é possível depreender dos estudos de MEROT.

Nas BANALIZADAS BIENAIS o ARTISTA entra como a CEREJA do BOLO  confeccionado e assado e distribuído para as massas populares  por MÃOS ALHEIAS  e INTERESSADAS da OBRA DE ARTE como PATRIMÔNIO e IMOBILIZAÇLÂO de CAPITAL ECONÔMICO. Nas condições de QUALQUER BIENAL,  dita de ARTE,  não é   o ARTISTA  quem DELIBERA e que DECIDE. É possível consultar a extensa obra de Pierre BOURDIEU para entender algo da HETERONIMIA da VONTADE, dos SENTIMENTOS e da UNTELIGÊNCIA do ARTISTA jogado nestas condições

Nestas BANALIZADAS BIENAIS o ATISTA retorna para a condição de BOBO da CORTE de CURADORES, MUSEÌLOGOS e de CRÌTICOS de PLANTÂO manipulados por EMPRESÀRIOS que USAM a ARTE como MARKETING e PROPAGANDA.

No contraditório - o ARTISTA na sua AUTONOMIA e no PLENO GOZO de DELIBERAÇÕES PRÓPRIAS – pode decidir INTERAGIR com  o POPULARESCO até a PARÓDIA, não se deslumbra  com a FAMA MEDIATICA, nem se se fecha no estreito circulo ACADÊMICO e sabe SER INOVADOR no MEIO ERUDITO com a dignidade de um PRINCIPE.

Este PRÍNCIPE  nunca pode ignorar é que a  “ARTE ESTÁ em QUEM a PRODUZ, e NÃO no QUE ALGUÉM PRODUZ” conforme Aristóteles.

ARISTÓTELES (384-322). Ética a Nicômano. São Paulo: Abril Cultural1973. 329p.

 

 BOURDIEU, Pierre (1930 -2002) Economia das trocas simbólicas. São Paulo: EDUSP- Perspectiva,  1987.  361p.

 ____.  O poder simbólico.   Lisboa: DIFEL, 1989.  311p.

 ____.  As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo : Companhia das Letras, 1996a. 421p.

 ____. Razões práticas: sobre a teoria da ação.  Campinas: Papirus,  1996b. 231p.

 

MÉROT, Alain (edit.) Les conférences de l’Academie royale de peinture et esculpture  au XVIIe siècle. Paris : RNSBA, 1996. 533p.

 

O ARTISTA DIANTE DO TRIBUNAL

https://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI278079,31047-Grafiteiro+sera+indenizado+por+obra+atribuida+a+outro+artista+em

 

ARTISTA COITADINHO que PRECISA de COMPAIXÂO

https://artenavida.com/2017/04/10/quando-um-artista-critica-outro-artista-vazio-de-vida-ou-falta-de-compaixao/

 

Um artista inspira outro Artista

https://trocaodisco.com.br/2014/04/amizade-um-artista-inspira-o-outro.html

 

Piano QUADROS de uma EXPOSIÇÂO de MODEST MUSSORGSKY (1839-1881)

https://www.youtube.com/watch?v=6gJ29OLi2-U&feature=youtu.be

Orquestre Das große von Kiev _ Modeste Mussorgsky

https://www.youtube.com/watch?v=-1MIMXdrhjw&feature=youtu.be

 

 

BANSKY

https://www.nytimes.com/2018/06/26/arts/design/banksy-paris.html

 

Imagem; ARTISTA de RUA Artista-alemao-leva-arte-de-rua-a-outro-nivel-com-seus-34-animais-fatiados

https://tendencee.com.br/2018/11/artista-alemao-leva-arte-de-rua-a-outro-nivel-com-seus-34-animais-fatiados/

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=714883285627493&set=a.705103509938804&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode