DISCURSO de SIMÓN BOLIVAR

06/11/2019 08:03

DISCURSO de SIMÓN BOLIVAR

https://naofoinogrito.blogspot.com/2019/11/189-nao-foi-no-grito-outubro-e-novembro.html

A simples pronúncia do nome “SIMÓN BOLIVAR” provoca a reação imediata e multidões atuais e por dia assombra milhões mesmo  200 anos depois dele.

 De um lado o nome “SIMÓN BOLIVAR” é objeto de DEMONIZAÇÂO IMEDIATA e DEFINITIVA. De outro lado se ergue a MITIFICAÇÂO e a GLÓRIA PERPETUA.

Na realidade o conhecimento de  “SIMÓN BOLIVAR” não vai muito além destas duas palavras sobre as quais se jogam todos o opróbrios ou provoca multidões de prosélitos que derramam rios de louvores sobre elas.

Esta reação já esta presente no novembro em 1819 número de do CORREIO BAZILIENSE. No entanto HIPÓLITO JOSÉ da COSTA, como bom e ético jornalista, concede páginas e páginas ao DIRSCURSO de “SIMÓN BOLIVAR” na sua posse como presidente da VENEZUELA.

Para não cair na ira de Paixão Cortes que sentenciou (1984 p.7) "o brasileiro fala muito, documenta pouco, analisa menos e conclui definitivamente, a sua moda, na hora que interessa.” anexa-se aqui este discurso e o contexto que o CORREIO BRAZILIENSE trato pensamento de “SIMÓN BOLIVAR” com os comentários de  época de HIPÓLITO JOSÉ da COSTA

https://naofoinogrito.blogspot.com/2019/11/189-nao-foi-no-grito-outubro-e-novembro.html

 

PAIXÃO CORTES, João Carlos. Aspectos da música e fonografias gaúchas. Porto Alegre: Repressom   1984     117p.

SIMÓN BOLIVAR na PINTURA

https://viticodevagamundo.blogspot.com/2012/01/simon-bolivar-south-american-liberator.html?m=

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=765631093886045&set=a.705103509938804&type=3&theater

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode