CRIMES ECONÔMICOS

13/12/2016 07:05

CRIMES ECONÔMICOS.

O PODER ORGINÁRIO BRASILEIRO obteve a duras penas a ABERTURA POLÌTICA a partir de 1979. Porém como preço a pagar esta “LIBERDADE” concedida foi lhe imposto um DURO e INAPELAVEL REGIME ECONÔMICO.

Numa sociedade submetida  a um REGIME ECONÔMICO INAPELAVEL os crimes máximos de maior periculosidade, de vigilância e de punições exemplares são aqueles de natureza ECONÔMICA.

Diante dos CRIMES ECONÔMICOS passam despercebidos, ou são ignorados, os CRIMES POLÍTICOS, SOCIAIS, de DANOS Á VIDA ou ao MEIO AMBIENTE uma vez que não tenham relação com a ECONOMIA individual ou coletiva.

Diante dos CRIMES ECONÔMICOS passam batidos os  CRIMES POLÌTICOS que regimes políticos monocráticos e centralistas punem sumariamente  até com pena de morte. O REGIME COLONIAL mudou apenas nas aparências.

Diante dos CRIMES ECONÔMICOS passam batidos os CRIMES SOCIIAS até louvados quando hierarquizam e criam castas de pessoas submissas à ordem ECONÔMICA. O REGIME ESCRAVOCRATA está mais vivo do que nunca em 2016. Diante dos CRIMES ECONÔMICOS passam batidos os DANOS à VIDA que enchem as crônicas policiais e cujos autores são sepultadas em masmorras pois eventualmente podem atingir a vida de pessoas RICAS e PODEROSAS.

Impossível um habeas corpos de alguém acusado pelo furto de um alfinete ou potencial desvio ECONÔMICO, mesmo que seja apenas virtual. As prisões e conduções coercitivas atropelam instituições, hierarquias e currículos para condenar e vilipendiar qualquer suspeito de um CRIME ECONÔMICO.

O dito “CRIME ECONÔMICO” dispensa qualquer prova material mais robusta do que aquela da  “delação premiada” de um delinquente de ocasião e que se põe as ordens dos seus inquisidores arvoradas em autoridades máximas da nação. Delinquente que macula, de alto a baixo, as mais meritórias biografias daqueles que arrola verbalmente. Documento verbal contra o qual não existe argumento produzido pelo acusado em nem prova material.

.

REPRESSÂO ao FESTIVAL de FRAUDES ECONÔMICAS

https://poncheverde.blogspot.com.br/2016/12/filha-e-genro-renegam-atitudes-de.html?m=1

 

Imagem: CRIMES ECONÔMICOS

https://setepecadosimortais.blogspot.com.br/2014/11/o-momento-da-verdade-da-justica.html

FACEBOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10202968114001261&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode