ARTE e INFRAESTRUTURA

02/06/2017 01:04

A  INDUSTRIA PRECEDEU e CONDICIONOU a ARTE

- NÂO o CONTRÁRIO.

 

A obra de arte é o espelho e a consequência dos pressupostos e da infraestrutura na qual ela emerge como expressão e a permanência ou não permanência.

Na ERA AGRICOLA a ARTE resultou da habilidade humana e se  EXPRESSOU na forma do ARTESANATO .

Sob o domando da ERA INDUSTRIAL os produtos da ERA AGRICOLA e do ARTESANATO perderam a sua função e assim  migraram para o museu.

Sob o domando da ERA INDUSTRIAL OBRA de ARTE típica resulta do DESIGN. Este DESIGN  cria o PROTÓTIPO a ser o MULTIPLICADO de forma linear, unívoca e igual na LINHA de MONTAGEM. Esta LINHA de MONTAGEM se configura num SISTEMA com uma ENTRADA seletiva dos insumos, progride na ELABORAÇÃO do produto e com a SAIDA  para o consumo. O PROTÓTIPO da ERA INDUSTRIAL necessita o TIPO. Este TIPO de OBRA de ARTE da ERA INDUSTRIAL recebe o carimbo de “GÊNIO” medido pelo sucesso de público e pela perfeição almejada pelos donos e manipuladores da LINHA de MONTAGEM da ERA INDUSTRIAL.

Este “GENIO”  da LINHA de MONTAGEM da ERA INDUSTRIAL é a fonte e a origem e MODELO da REPRODUÇÂO de novos PRODUTOS.  Estes NOVOS PRODUTOS necessitam desfazer-se da série anterior. Para tanto funciona a OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA que desqualifica e SUBSTITUI por um NOVO “GENIO”  da LINHA de MONTAGEM..

 Esta OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA gera a decrepitude e o consequente descarte de TUDO o que NÂO é CONTEMPORÂNEO. O resultado é a ETERNA INTRIGA, a INCERTEZA e DESCONFIANÇA de TUDO e de TODOS.

A ÉPOCA PÓS-INDUSTRIAL possui condições para gerar um PROTÓTICO ÚNICO e AUTÊNTICO para cada OBRA. Assim CONTORNA a COMPARAÇÃO, a INTRIGA e a SOBRA.

O preço a pagar para gerar um PROTÓTICO ÚNICO e AUTÊNTICO é o caminho para desfazer e reverter as OBSOLESCÊNCIAS impostas aos antigos PROTÓTIPOS da ERA INDUSTRIAL e colocá-las na torrente do TEMPO, do LUGAR e da SOCIEDADE nos quais ocorre a efetiva PESQUISA INTELECTUAL, ESTÉTICA e MORAL.

 

A REPRESENTAÇÂO da FOTOGRAFIA e a CIDADE  REAL.

https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/19047/19047_6.PDF

 

Imagem -  LEVIATÃ  - 2011 – Grand Palais – Paris obra de Anish KAPPOOR

https://arteeinstitucionalizacao.blogspot.com.br/2012/10/arte-contemporanea-em-suas-novas.html

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10203730331496222&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode