ALFINETES MORTAIS

13/12/2020 07:29

ALFINETES MORTAIS-

 

A CRIATURA HUMANA conseguiu até hoje, construir e dar vida a um mosquito, a uma mosca ou uma barata. Nem mesmo entender como fazer funcionar a enorme carga genética que produz a vida, muito menos aquilo que produz a inteligência, a vontade e os sentimento de um único SER vivo.

No entanto a HUMANIDADE e hábil e o sádica o suficiente para cravar alfinetes nas costas, classificar e acumular aquilo que foi uma vez vida, animação e reprodução.

Evidente diante dos pesticidas, fugidas, herbicidas aos insetos e a vida se extingue silenciosa e sem drama e sem culpa aparente. No entanto estes mesmos herbicidas, fungidas e pesticidas foram desenvolvidas com os insetos e animais tiveram morte lenta e dolorosa e seus despojos mortais foram classificados com os seus corpos espetados e atravessados por alfinetes mortais.  

No entanto os alfinetes mais mortais, reducionistas e desqualificadores são aqueles cravados nas costas de pessoas, Cravados com o objetivo tomar posse como “COISA SUA” e  ao classificá-los em caixas conceituais e arbitrárias e furtar-lhes o ânimo

 As VÌTIMAS, atravessadas pelo ALFINETES MORTAIS, tanto o gênio, o estulto, o artista ou criminoso vão para e caixas classificatórias. Na caixa classificatória os espetados são ordenados cronologicamente com um (* -+).

Estes ALFINETES  VIRTUAIS destroem, reduzem e deturpam o ânimo das suas vítimas. São piores do que os ALFINETES MORTAIS e CLASSIFICATÒRIOS dos insetos

ALFINETES MORTAIS.

Aventuras na História · Do alfinete mortal a foto de cadáveres: 5 curiosidades bizarras sobre a Era Vitoriana (uol.com.br)

FACE BOO

https://www.facebook.com/photo/?fbid=1072632813185870&set=a.705103509938804

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode