A AURA e a OBRA de ARTE

08/12/2018 01:53

A AURA  é APENAS um ASPECTO da ARTE

 

A OBRA de ARTE PERDEU a sua AURA, porém NÂO o seu SENTIDO.

A OBRA de ARTE, ao seu LIBERTAR  de ALFINETES e de ESTREITOS QUADROS CONCEITUAIS, pagou o preço da PERDA de ESTERÓTIPOS, em TROCA de SENTIDOS mais AMPLOS e mais COERENTES com o seu TEMPO, seu LUGAR e sua SOCIEDADE de ORIGEM.

Evidente que a PERDA da AURA  da OBRA de ARTE arruinou esquemas mentais fáceis, desnorteou mediadores despreparados e até comprometeu os fundamentos de PROFISSÕES   .

No contraditório não é porque uma OBRA possui um determinada AURA deixa de ser mais ou menos ARTE com a AURA não pode ser pretexto para  desqualificar a OBRA como  de ARTE.

A OBRA de ARTE nunca teve tanta AURA como no século XXI. Para se convencer disto basta consultar as CIFRAS ATINGIDAS por aquelas  OBRAS QUE CULTUVAM e SE RECUSAM PERDER a sua AURA

.

A AURA em WALER BENJAMIM

https://medium.com/@arturgmrs/o-conceito-de-aura-e-o-seu-valor-na-obra-de-walter-benjamin-b7362f46dd5

+

https://blog.aotopo.com.br/mercado-digital/reprodutibilidade-obra-de-arte/

 

Imagem  - MAGRITTE ou René François Ghislain - 1898-1967 « LE  PINCIPE du PLAISIR » 28.8 milhões na SOTHEBY'S  12.11.2018

https://theartstack.com/artist/rene-magritte/le-principe-du-plaisir-portrait-de-edward-james-1937

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10205841000221621&set=a.3584675712991&type=3&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode