¿ JORNALISTA ou HISTORIADOR ?

05/07/2017 07:23

¿ JORNALISTA ou HISTORIADOR ?. 

 

Evidente que não existe nenhuma intenção maniqueísta na afirmação de que “O JORNALISTA mata o HISTORIADOR ou que o HISTORIADOR é um péssimo COMUNICADOR”.

A divisão e fatiamento do FAZER e do AGIR HUMANO é obra e uma das sequelas da ERA INSUSTRIAL. A fábrica e a sua linha de produção e montagem dissociou tarefas de tal forma que nenhum ENTE humano pudesse SER integralmente ele mesmo. Este esfacelamento e fatiamento deste ENTE humano eram comandados e seguiam os critérios desta GRANDE MÀQUINA onipotente, onipresente, onisciente e eterna.

Antes da ERA INDUSTRIAL o ENTE de um LEONARDO da VINCI possuía um projeto e tudo decorria deste projeto num conjunto de modos de SER compatíveis e harmoniosos entre si.

A grande proposta da ÉPOCA PÓS-INDUSTRIAL é  reencontrar  o ENTE e o seu MODO de SER no MUNDO. As tendências tecnológicas, científicas e estáticas caminham neste rumo. Esta reconquista das COMPETENCIAS HUMANOS - no interior dos seus NATURAIS LIMITES de SER no  MUNDO – não é algo dado ou natural. A ÉPOCA PÓS-INDUSTRIAL é herdeira de todas as conquista das mais diversas civilizações humanas.

DISTINGUINDO o HISTORIADOR e o JORNALISTA

https://seer.ufrgs.br/aedos/article/viewFile/36941/26769

 

https://seer.ufrgs.br/aedos/article/view/36941

 

Imagem Casal com os dois suportes  da escrita romana Terentius e esposa

 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10203887257899284&set=a.3584675712991.1073741826.1756223351&type=3&theater

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode