Arquivo de artigos

23/02/2013 06:05

NÃO HÁ INSTITUIÇÃO que RESISTA aos ATRAVESSADORES

  O Poder Originário é seduzido, resvala e cai em instituições que descobre que foram transformadas em aparelhos para os interesses de alguns atravessadores. Qualquer instituição pode ser transformada em arma de tirania - do corpo e da alma - por um grupo de dentro, mesmo...
22/02/2013 07:30

PARADGMAS ÍNTEGROS e INTEGRAIS

  O Poder Originário é seduzido, resvala e cai sob o domínio de paradigmas dos quais não conhece as competências, sua natureza e seus limites. Ele está perto e a mercê dos mediadores destes paradigmas e longe de qualquer sombra de contrato publico ou pacto. Em cada cosmovisão todos e tudo são...
21/02/2013 13:26

Paradigma concorrente:

 Conforme Kuhn, (1997: 137) “as diferenças entre paradigmas sucessivos são ao mesmo tempo necessárias e irreconciliáveis”. A partir do sentido da realidade concreta constroem o uma memória coletiva própria para o uso de um grupo interno e que Ruben Oliven destacou (1992: 20) que “a memória...
21/02/2013 05:48

O INOCENTE é que o PADECE

  O Poder Originário sente-se estarrecido como o inocente sofre e paga pela ira e desvio de conduta de carreiristas, atravessadores, grosseirões de toda ordem e que continuam soltos lindos e faceiros sem a menor punição e freio a atormentar a todos e tudo em pleno século XX. Instituições...
20/02/2013 07:37

PRÊMIO por SENTIR VERGONHA

  O Poder Originário torna-se implacável quando percebe que alguém de sua espécie não sente a menor vergonha em praticar grave desvio de conduta. Aprova todas as decisões de todos os tribunais do mundo quando a justiça pública aplica a estes a pena da perda da  liberdadedo qu é...
19/02/2013 07:11

A CULPA se GRUDA ao CONDENADO

   O Poder Originário teve de assistir intermináveis e lúgubres cortejos de condenados  a semelhança daqueles do filme polonês o Moinho e a Cruz. O condenado sabe que a sua vida é sacrificada para aterrorizar os seus semelhantes para que estes se submetam a aquilo a que ele não se...
18/02/2013 07:24

PRÊMIO – IMORTALIDADE - VIDA

   O prêmio é uma espécie de imortalidade provisória diante da eternidade. Ou como diz jocosamente o poeta Armindo Trevisan “o prêmio é uma espécie de pré-necrológio”. Porém na cultura contemporânea não existem grandes aspirações à imortalidade. Massivamente existe uma escolha subliminar...
17/02/2013 10:03

Arariboia e a sua estátua em Niteroi-RJ.

  Na formação da identidade  do Poder Originário brasileiro há figuras que encarnaram decisões, gestos e ações cruciais. O líder indígena Arariboia pode ser visto com alguém cuja conduta influenciou o final da escravidão legal indígena no Brasil em 30 de julho de 1566 e definitiva em...
16/02/2013 16:38

Vida distinta de imortalidade

No jogo homeostático permanente o Poder Originário tenta equilibrar-se entre a cultura e a Natureza. A cultura aciona os seus poderes, criados artificialmente pelos projetos subjetivos que as tornam históricas e conectáveis a projetos similares.  O poder da Natureza trabalha com as energias...
16/02/2013 07:36

O OLHAR ESLAVO: ATENTO e CRIATIVO

  O Poder Originário eslavo possui uma potencia singular que ele entrega, às vezes, para mediadores, atravessadores, mediadores e tuteladores dos seus bens materiais e imateriais. Este  povo eslavo mantém-se atento e criativo apesar de eventuais tropeços em arcaicas estruturas...

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode