ÚLTIMO IMPERADOR

28/02/2013 07:17

 

O Poder Originário brasileiro é incondicional. Entregar a sua titularidade á uma família imperial faz pensar no problema da eventual retomada do controle das mãos destes mediadores e dos seus tuteladores do Estado nacional. Talvez o evento mais civilizado foi o acontecido com o último imperador chinês. Mas normalmente esta retomada é sangrenta como de Luís XVI e Maria Antonieta, Maximiliano no México, Nicolau II e a sua família na Rússia. Ou então melancólica como aqueles “convites noturnos para se retirarem do país como personas não gratas”,  dirigidos ao Imperador Dom Pedro II e o Xa Reza Pahlavi do Irã. Os anos de aparente calma que antecederam estes eventos de retomada do poder não compensam as desordens, o caos social  e o Terror que acompanham a necessária reconstrução do pacto nacional. A retomada do Poder Originário, antes violado, e a   reconstrução enseja novos atravessadores, mediadores e candidatos a tutelares se aproveitarem da ocasião  colocar o poder em mãos erradas como ensina a História.

Insiste-se o Poder Originário é incondicional e em permanente fluxo vivo.

 

IRÃ

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mohammad_Reza_Pahlavi

 

IMPERADOR PU YI

http://pt.wikipedia.org/wiki/Imperador_Pu_Yi

 

DOM PEDRO II INTERESSADO NA POLÍTICA

http://en.wikipedia.org/wiki/File:Pedro_II_angelo_agostini.jpg

 

O IMPERADOR do MÉXICO

http://pt.wikipedia.org/wiki/Maximiliano_do_M%C3%A9xico

http://www.etudogentemorta.com/2011/04/viva-a-liberdade/

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode