SIMPLIFICAR

20/08/2015 06:42

 

SIMPLIFIQUE: quando TIVER SIMPLIFICADO,  SIMPLIFIQUE de NOVO

Na medida em que a ARTE está em quem a produz este alguém é competente para simplificar e simplificar de  novo. A autêntica ARTE IRÁ RESISTIR e a MENSAGEM ganhará todo o potencial do SILÊNCIO, da UNIVERSALIDADE e da  ETERNIDADE.

 O filósofo Bornheim[1] especulava (2001: 17)  em relação à obra e a pessoa de Vasco Prado:

      “O questionamento da medida, chega-se até mesmo a uma resposta extrema: por que a medida não estaria encolhida  nas proporções da modesta pincelada do pintor?... Digamos que a arte passa a mover-se na distância entre a “materialidade”, ou aquilo que ela é em si mesma, e aquilo que ela diz, ainda a despeito de si”.

Evidente  não se trata de mero artificialismo, reducionismo a símbolos esotéricos e metafísicos vazios.

 

Imagem Oscar BOEIRA (1883-1943)- “Árvore seca” (1917)- óleo 55x81.5cm

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10201227406444660&set=a.10201227406324657.1073742557.1756223351&type=1&theater



[1] BORNHEIM Gerd A.- Vasco Prado: a escultura e suas medidas - in PRESTES, Cézar Vasco Prado: escultor- Porto Alegre: Cézar Prestes Produtor Cultural, 2001,  pp.17- 27  il + CD

 


Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode