POLITICO com COMPORTAMENTO INDEVIDO de AUTISTA

23/08/2013 08:08

 

 O povo possui certa razão na expressão “FAZER-SE de LOUCO”. O político aparenta entender suas funções num determinado cargo “fazendo-se de louco” num comportamento indevidamente copiado de um autista. O seu “fazer-se de louco”  é a expressão do seu EU soberano, onisciente, onipotente e eterno.  Este  político corrompe assim qualquer função  de mediador, de tutelar de um cargo que recebe do PODER ORIGINÁRIO.  Corrupção que para esconder a sua responsabilidade e sanção dos seus atos se  apropria  de estágios infantis e de pessoas deveras doentes. Todos os tiranos - que tomam em suas mãos o poder exclusivo e total - possuem traços  acentuados de COMPORATAMENTOS de  AUTISTA. Exibem este comportamento para comover, sensibilizar e capturar o seu eleitorado. Na função não alteram o cultivo  deste comportamento doentio. Ao contrário,  os acentuam com o correr do tempo.

.

AUTISMO

http://pt.wikipedia.org/wiki/Autismo

 

DISTINGUINDO TERMOS e DEFENDENDO o seu USO CORRETO

http://www.revistaautismo.com.br/edic-o-0/uso-indevido-do-termo-autismo-prejudica-pesquisas-na-internet

http://www.publico.pt/politica/noticia/criancices-e-adultices-1602330

 

CRIMES REPRIMIDOS na ROÇA

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=505774

 

NINGUÉM SABE QUANTO os 4000 MEDICOS CUBANOS IRÃO RECEBER

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=505902

http://oglobo.globo.com/pais/governo-faz-convenio-para-contratar-4-mil-medicos-cubanos-9647511

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=505960

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode