O POVO NÂO DORMIRIA se SOUBESSE como se FAZEM as LEIS e as SALSICHAS

08/04/2014 07:06

O POVO NÂO DORMIRIA se SOUBESSE como se FAZEM as  LEIS e as SALSICHAS

Todo o arsenal jurídico da escravidão foi discutido, aprovado e aplicado legalmente no Brasil ao longo de quatro séculos. O GRITO do IPIRANGA, os alvarás reais ou paliativos misericordiosos de humanistas, religiosos ou as revoltas de Zumbis pouca ajudaram para abolir estre crime legal. Não abrandaram esta infâmia.

Ao contrário o GRITO do IPIRANGA, os alvarás reais ou paliativos misericordiosos de humanistas, religiosos ou as revoltas de Zumbis  alertaram, armaram subterfúgios formais e perpetuaram a escravidão legal.  Deram tempo e ocasião para criar, ativar e reproduzir  subterfúgios para projetar  até o presente o habito escravagista ativo, subliminar e incontrolável.

O POVO NÃO DORMIRIA se SOUBESSE como se FAZEM as  LEIS e as SALSICHAS

http://terramagazine.terra.com.br/blogdomarcelosemer/blog/2011/08/24/trabalho-escravo-e-uma-verdade-inconveniente/

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode