O DIREITO ao SONO.

20/07/2013 05:59

 

As exigências da Razão, os trabalhos decorrentes e a coerência da moral necessitam de organismos sadios com mentes sadias. A partir destes corpos e mentes sadias são possíveis desenvolver potencialidades inesperadas. No entanto este desenvolvimento de potencialidades inesperadas pode ser inteiramente corrompido por  meio de uma alimentação inadequada como de um repouso na medida certa da mente e do corpo. Um sem número de crimes, de acidentes e de aparentes fatalidades possuem as suas raízes nesta corrupção de alimentação  e na falta do repouso da mente e do corpo  na medida certa. Portanto qualquer PROJETO CIVILIZATÓRIO depende da administração que o cidadão fizer das suas condições físicas e  mentais.

Não há como afastar como  um perigo real a PERDA de SONO devido a DESEQUILÌBRIOS FINANCEIROS.

 

O DIREITO ao SONO

http://diariojuridico.blogs.sapo.pt/11422.html

 

PASSEATAS REIVINDICANDO DIREITO ao SONO

https://www.facebook.com/cronicasantonioprata/posts/523431777719295

[ler comentários]

 

CRESCE a PERDA de VIDAS, de SONHOS  e de SONO daqueles que SOBREVIVEM

http://portallw.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=503415

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode