NAS ENTRELINHAS

28/10/2014 07:10

O BEM, a VERDADE e o BELO..... nas ENTRELINHAS.

 

 Algo está errado quando é necessário procurar nas entrelinhas a BELEZA, a VERDADE e o BEM.

Os atravessadores, os mediadores e os marqueteiros possuem esta habilidade demostrar e ostentar apenas os seus interesses.  O BEM, a VERDADE e a BELEZA ficam num plano secundário e são usados apenas para os seus fins particulares e seus objetivos corrompidos. O BOM ou o RUIM – o BELO ou o FEIO – a VERDADE ou a MENTIRA são relativizados, naturalizados ou mitificados diante destes objetivos e fins particulares.

Mitificados como metáforas filosóficas jogadas por cima e por fora das suas vitimas ou para encurralá-los num maniqueísmo dos 8 aos 80. Em outras ocasiões interessa a naturalização como algo que sempre existiu ou existirá perpetuamente. Ou então chafurdar-se num ecletismo onde tudo é relativizado e desaparece qualquer fronteira e nada mais interessa.

Quando é necessário procurar nas entrelinhas o erro  corrompe-se a confiança, as possibilidades de um contrato são minadas pela base e um pacto torna-se uma quimera social, econômico e cultural.

CORTE de FERRARA

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode