MULTIPLICAM-SE os CATILINAS: EMUDECEM os CÍCEROS

09/04/2014 06:38

MULTIPLICAM-SE os CATILINAS: EMUDECEM os CÍCEROS 

Na decadência de uma república multiplicam-se indivíduos como Lúcio Sérgio CATILINA enquanto cidadãos como Marcos Túlio CÍCERO emudecem. Os CATILINAS que necessitam deste silêncio sinistro para se aproveitar dos favores ou da legitimidade do  poder originário da república.  Silencio sinistro para se locupletar a si mesmos e a sua quadrilha.

 Os CATILINAS levam minutos para usar a força e potência recebida do povo para desviar para seus próprios interesses e da sua caterva tudo aquilo que o poder originário acumulou com o maior trabalho, boa fé e para o bem público.  Usam, ou se desviam prudentemente, de todo o arsenal jurídico, que foi discutido, contratado e aplicado legalmente no Brasil ao longo de toda a sua sofrida e trabalhosa história. Para estes não adiantam os ecos das  CATILINÀRIAS

Quo usque tandem abutere, Catilina, patientia nostra?
Quam diu etiam furor iste tuus eludet?
Quem ad finem sese effrenata iactabit audacia?

Nihilne te nocturnum praesidium Palatii,
nihil urbis vigiliae,
nihil timor populi,
nihil concursus bonorum omnium,
nihil hic munitissimus habendi senatus locus,
nihil horum ora vultusque moverunt?

Patere tua consilia non sentis?

http://pt.wikipedia.org/wiki/Catilin%C3%A1rias

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode