IDENTIDADE

19/09/2014 05:56

OBSOLESCÊNCIA da IDENTIDADE

QUANDO o ÓTIMO é INIMIGO do BOM

http://profciriosimon.blogspot.com.br/2012/06/isto-e-arte-035.html

http://profciriosimon.blogspot.com.br/2014/09/092-isto-e-arte.html

A era industrial introduziu a obsolescência programada e a impôs para tudo e para todos. A obsolescência programou, não só os artigos de produção das linhas de montagem, mas, também, regulou poderosas empresas, instituições seculares e as madou para olixo da História. Porém não parou por ali. Avançou sobre as identidades nacionais e também as fez escorrer pelo ralo da História. Porém o pior estava para acontecer na era digital. Esta acelerou a obsolescência programada. Paises, nações e Estados desmancharam a sua identidade no ar.

A era digital evidenciou que não basta mais o mapa físico como marco de identidade de um povo. Nem basta que esta identidade se resuma em estreitas leis e normas de conduta.

Esta identidade está obsoleta quando tuteladores, mediadores e atravessadores acumulam títulos, propaganda que transformam todos e tudo em moedas soantes, promoções e lucros simbólicos. A identidade de um povo está obsoleta quando o Poder Originário Político está separado de sua fonte. Este Poder Originário Político não se sente confortável, não se percebe ou não quer se entender mais como tal.

O Poder Originário Político está obsoleto quando tuteladores, mediadores e atravessadores mitificam e forçam valores imateriais e impõe praticas em calendários de eventos. Está obsoleto e corrompido quando atravessadores, tuteladores e mediadores e cristalizam códigos de postura, trajes e rituais formais ocos e obsoletos. Estes formalismos espantam o sentido da vida, congelam mentes e travam qualquer gesto criativo cuja fonte é o Poder Político Originário.

A culpa não cabe aos historidores, pesquisadores e comunicadores se a História contemporãnea está em migalhas.

O Poder Político Originário foi substraido, desorientado e tornou-se obsoleto nos discursos, por cima e por fora, de mediadores, atravessadores e tuteladores que se intitulam os”Mágicos de Plantão”. Estes surpreendem, anestesiam e se apropriam e NÂO devolvem o Poder substruido aos seus legítimos e autênticos proprietários. Nas contas do Poder Político Originário os custos - para sustentar estes parasitas – é muito maior e pesado do que qualquer tipo de retorno.

O remedio é o retorno às fontes do Poder Político Originário, ao seu tempo e lugar. Tempo e lugar ao paradigma do que sugerem as obras do artista e carteiro afro-brasileiro Carlos Alberto de Oliveira.

Imagem Carlos Alberto Oliveira (1951-2013)

http://artepopularbrasil.blogspot.com.br/2012/05/carlos-alberto-de-oliveira.html

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode