GENERO - COLONIALISMO - ESCRAVIDÃO

19/12/2014 07:21


GÊNERO - COLONIALISMO - ESCRAVIDÃO

Todos concordam que uma  CIVILIZAÇÃO é uma construção artificial. Porém ninguém pode concordar
que este fim permite recorrer a todos os meios. 
O colonialismo, associado à escravidão permitia enclausurar uma moça,
mesmo contra a sua vontade ou submetê-la todos os vexames. O colonialismo,
associado à escravidão permitia que um moço fosse colocado nas fileiras do
exército mesmo contra qualquer inaptidão ou vontade. Se ele tivesse êxito e
principalmente se fosse trucidado como carne para canhão virava herói, virava
nome de rua e ganhava monumento público. A moça do convento podia aspirar a
virar santa venerada nos altares.


Uma vez desencadeado um determinado regime ele se
torna subliminar, se alimenta e se reproduz. Aqueles que estão mergulhados
neste regime, o aceitam como natural e necessário para a manutenção dos seus
pequenos privilégios e suas conquistas aparentes e transitórias. Conquistas,
que no caso da escravidão e colonialismo, significam o saque dos bens, do trabalho
e da liberdade do PODER que deu origem a este sistema.


 


CONVENTO COMO PUNIÇÃO


http://www.revistadehistoria.com.br/secao/entrevista/entrevista-leila-mezan-algranti


 


colonialismo
& escravidão


http://naofoinogrito.blogspot.com.br/2013_08_01_archive.html


 

SERGEY PRODUKIN GORSKY


http://prokudin-gorsky.org/rightpages.php?lang=en&fname=bio


Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode