FAZER A HORA

06/04/2015 07:14

QUEM SABE:  FAZ A HORA.

 

O temerário - que deseja apena VIVER O INSTANTE PRESENTE - é surpreendido, atropelado e enganado permanentemente  por este mesmo instante.

Este instante  vem sempre diferente.

A visão e a memória do passado nos preparam para viver este instante novo e sem fundo.

Um sólido projeto - do INSTANTE PRESENTE - põe a energia do FUTURO a nosso serviço

Quem quer cavalgar o fio da navalha do TEMPO - confiado na força absoluta  do INSTANTE PRESENTE - arrisca repetir o PASSADO e ser CATAPULTADO  para o FUTURO sem projeto algum.

 

É tal a força da solidariedade das épocas que os laços da inteligibilidade entre elas se tecem verdadeiramente nos dois sentidos. A incompreensão do presente nasce fatalmente da ignorância do passado. Mas talvez não seja mais útil esforçar-nos por compreender o passado se nada sabemos do presente . Marc Bloch 1976, p.42.[1].)

 

Porém - como em todo projeto humano -  o seu autor pode se enganar, ser enganado ou ser favorecido por este INSTANTE PRESENTE. Para ser favorecido basta SABER desafiar corretamente o PASSADO e o FUTURO. Desafio que significa prestar atenção - a este INSTANTE PRESENTE - sem se ausentar dele, renunciar à sua força ou  leva-la avante em todas as suas dimensões.

 

Porto Alegre na coleção de um diplomata:  SOLIDARIEDADE no TEMPO MATERIALIZADA por meio da ARTE. 

http://profciriosimon.blogspot.com.br/2015/04/estudos-de-arte-014.html

 

 Imagem: Mostrador do antigo relógio do prédio da CORLAC (DEAL) de Porto Alegre - RS

http://historiasvalecai.blogspot.com.br/2013/07/2417-gigante-adormecido-e-o-deal.html



[1]              BLOCH, Marc (1886-1944)  . Introdução à História.[3ª ed] Conclusão de Lucian FEBVRE - .Lisboa :Europa- América  1976  179 p.

 

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode