EXPOSIÇÂO PÚBLICA

26/08/2014 07:03

A PROPORÇÂO da EXPOSIÇÃO PÙBLICA.

 

A grande arte - da época da super-exposição, provocada da era pós-industrial - é a administração da intimidade.

Aqueles que se entregaram - de corpo e alma - para a máquina da propaganda e do marketing da era poś-moderna - quando caem em si mesmos já é tarde e não há volta para a intimidade, a proporção e equilíbrio. Percebem-se como ícones publicos do poder, do sexo, da devoção ou da arte sobre os quais perderam totalmente o controle.

As grandes tragédias da História humana, como a conhecemos, decorreram - e ainda decorrem - desta falta de limite, de proporção entre a indimidade da pessoa humana e o seu avassalamento público.

Os marqueteiros, os atravessadores e os mediadores usam e acionam simultaneamente os extremos entre o segredo da intimidade e o seu contrário da públicidade escancarada. Quais inteligentes Mefistófeles carregam de fama, de dinheiro e bem estarmaterial os infelizes que lhes venderam a sua alma. Mefistófeles que maneja estes polos opostos para se colocar e se constituir como INDISPENSÁVEL para em SOLUÇÂO ÙNICA, VERDADEIRA e ETERNA. São mestres no manejo dos sentimentos contrários da CULPA e do PERDÂO com os quais dominam qualquer uma das suas potenciais vítimas.

 

MEFISTÓFELES

http://pt.wikipedia.org/wiki/Mefist%C3%B3feles

 

ADMINISTRAR a INTIMIDADE

http://repositorio.ucb.br/jspui/handle/10869/3707

 

REDES SOCIAIS no BRASIL

http://veja.abril.com.br/080709/nos-lacos-fracos-internet-p-94.shtml

Imagem da tragédia da exposição pública pelos Diário Associados da indigena Dacui e seu romace com o sertanista Aires

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode