CUSTOMIZAR a UNIVERSIDADE.

28/06/2014 07:08

CUSTOMIZAR a UNIVERSIDADE.

A universidade coloca-se na fronteira da soberania a partir de suas competências e os seus limites. Os piores limites - a este estatuto da universidade - provém do seu próprio interior. A infantilização impera e determina a sua teleologia interna,  determinando eventos, programas e investimentos. Pode vir do mito da crença irracional e única no Estado nacional. Em todos estes casos a competência da universidade é remetida e confundida com a sua customização interna. Customização que busca adaptá-la ao meio ambiente, à interesses externos senão ao puro poder político, ao poder mítico do Estado nacional e ou econômico. Este viés econômico (customização) confunde a universidade com empresa. Confusão que causa o mais profundo e silencioso câncer que corrói internamente a autonomia da universidade. A escolha desta customização econômica - como único pilar - pode vir do corporativismo que a solapa interna e externamente. A  customização econômica pode vir do estudante que possui condições econômicas favoráveis mas quer mais este privilégio pago pelo erário público. A customização econômica da universidade  a transforma em empresa de lucro como qualquer outro empreendimento. 

 Na sua história multissecular a universidade teve outros pilares institucionais além da perigosa customização econômica. Basta ativar o hábito da integridade intelectual e moral para achar e ativar estes outros pilares. Com esta busca a universidade encontrará as suas competências e os limites de sua autonomia.

CARAVAGGIO - Chamado à Mateus

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode