CULTURA INUTIL e/ou PERIGOSA.

23/06/2014 07:23

CULTURA INUTIL e/ou PERIGOSA.

O cidadão, ao viver a pós-modernidade, tornou-se o destinatário compulsório de bilhões de dados e de informações. A maioria esmagadora- destes dados e informações - não tem nada a ver com o lugar e o tempo do seu destinatário. As empresas de mídia, de propaganda e de publicidade trabalham com a obsolescência programada. O fato veiculado no instante atual já não interessa para a empresa de mídia no instante seguinte. As informações e os dados quando recebidos pelo cidadão estão obsoletos e sem o menor sentido. O acúmulo destes dados na memória do receptor gera um repertório absolutamente inútil e alienante da sua realidade e assim perigoso . Repertório perigoso para a formação de uma identidade pessoal e coletiva

[Imagem: Jacek YERBA http://www.pinterest.com/elsck/jacek-yerba/ ].

http://sphotos-c.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/544968_397701216980935_1839210667_n.jpg

 

RECONSTITUINDO a ORELHA de VAN GOGH

http://www.spiegel.de/kultur/gesellschaft/vincent-van-goghs-ohr-rekonstruiert-a-973643.html

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode