ANTROPOFAGIA

04/08/2015 06:37

A ANTROPOFAGIA PÓS-INDUSTRIAL.

1968 cartaz - Biblioteca Nacional da França

O mítico ano de 1968 denunciava os mecanismos da “devoração” das massas humanas. Neste ano -  apogeu da ERA INDUSTRIAL - as máquinas da propaganda, do marketing e do rigoroso controle industrial da linha de montagem  - com edições comandadas por interesse inconfessáveis e invisíveis - devoravam a CRIATURA HUMANA INTEIRA e INDISCRIMINADAMENTE.

O que, em 1928, parecia poético, com a ANTROPOFAGIA de Oswald da Andrade, já mostrava os dentes nas engrenagens do "maio de 1968".

 Oswald se referia a ANTOPAFAGIA PRÉ CABRALINA na qual este cerimonial era reservado ao GUERREIRO VALENTE e que AGUENTAVA o RITUAL ATÉ as ÚLTIMAS CONSEQUÊNCIAS – Ele não era amarrado e circulava livremente na taba

Porém o monstro cresceu e se habilitou na ERA PÓS-INDUSTRIAL.  

Em AGOSTO de 2015, passou, para a “devoração” seletiva, meticulosa e implacável de TODO SER HUMANO e em âmbito planetário.

Evidente que o processo não parou neste estágio. 

Muita coisa DEVE ser CALADA. 

Basta se informar, por vias confiáveis,  daquilo que o judiciário brasileiro tenta barrar, quando o MAL já ESTÁ FEITO 

FACE BOOK

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10201165196049439&set=a.10201165196009438.1073742541.1756223351&type=1&theater

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode