A VIDA REPUBLICANA BRASILEIRA na 3ª FASE COLONIAL

15/11/2013 08:31

 

 O nome “REGIME REPUBLICANO” não alterou os  hábitos IMPERIAIS e COLONIAIS BRASILEIROS. A essência do REGIME COLONIAL ressurge com  o controle da propriedade, conservação e circulação das obras de arte. Este controle é  idêntico da proibição do REGIME COLONIAL de importar ou usar tinta à óleo e o artista nem podia desenhar ou pintar o retrato de qualquer cidadão.

De outra parte ao fixar e tornar lei a argumentação nascido dos argumentos econômicos  em relação á criação, à vida e  à reprodução da célula municipal o poder coloca os mesmo princípio centralizador hegemônico da metrópole colonial.

CIRCULAÇAO e PRESERVAÇAO das OBRAS DE ARTE em LEI:

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,o-estado-da-arte-,1091691,0.htm

 

VETADA a CRIAÇAO de NOVOS MUNICÍPIOS por RAZOES ECONÔMICAS

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=512056

 

Decretos desta natureza reforçam as suspeitas que este blog vem publicando nas diversas postagens e que ao poucos vem ganham evidências e corpo de verdade inquestionável.

O REPERTÓRIO do COLONO

http://www.poder-originario.com/news/o-repertorio-do-colono/

SOBERANIA apenas FORMAL

http://www.poder-originario.com/news/soberania-apenas-formal/

O OURO e o PETRÓLEO do BRASIL

http://www.poder-originario.com/news/o-ouro-e-o-petroleo-do-brasil/

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode