A UNIVERSIDADE de RETORNO para a IDADE MÉDIA.

29/06/2014 10:36

A CRENÇA no ESTADO ultrapassou a CRENÇA MEDIEVAL. A universidade retornou para a Idade Média devido à CRENÇA MÍTICA no ESTADO NACIONAL. Nesta CRENÇA MÍTICA no ESTADO NACIONAL a universidade está a mercê dos diversos aparelhos governamentais que controlam pontualmente o ESTADO NACIONAL. Aparelhos que alienam esta universidade com variados interesses, ideologias e partidos. Aparelhos governamentais do Estado Nacional movidos por ideologias, partidos e interesses inteiramente alheios à universidade. O quadro torna-se sombrio para a autonomia de ente universitário se for colocado num prato da balança confrontado com o prato dos lucros dos estados nacionais pós Revolução Francesa. O lucro deste aparelho estatal - em assumir e financiar a Universidade - é a adesão popular às suas mais diversas ideologias, os partidos e interesses dos eventuais apoiadores. Como este processo é subliminar e facilmente transformável em marketing e propaganda estatal ele se torna pior do que as relações medievais dos governos com as universidades. A bem da verdade a Revolução Francesa havia abolido a universidade e em seu lugar criado o Instituto da França. A universidade medieval retornou ao cenário público com a volta dos Bourbons ao poder em 1816. Retornou com o agravante de ser meio de sedução do eleitor e do contribuinte que paga esta universidade com o seus impostos. Recebe de retorno um péssimo serviço, senão corrompido pelas mais abjetas e corrompidas ideologias que sustentam pontualmente os aparelhos estatais.
O processo crucial do autoconhecimento e o hábito do cultivo da integridade intelectual estão mofando nos sórdidos e abandonados arquivos de coisas inúteis da atual universidade brasileira. Isto se por acaso possuem algum arquivo digno deste nome.
O pior acontece quando esta universidade se vê compelida a agradar e a servir aquilo que ela não possui e nunca é ou foi da sua natureza. Compelida pelos aparelhos governamentais percebe-se admitir aqueles que desconhecem a sua natureza, os fins e as competências de uma autêntica universidade. Entre tantos - um dos índices mais alarmantes - é a transformação da universidade brasileira em cursos superiores profissionalizantes. Profissões que há muito tempo deixaram de existir.

A Lei 13.005-14 só incrementa esta CRENÇA MÍTICA no ESTADO NACIONAL
http://presrepublica.jusbrasil.com.br/legislacao/125099097/lei-13005-14

Giorgio VASARI (1511-1574) - O Papa Leão X em Florença em 1515 - desenho c. 1570 detalhe

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode