A ARTE a SERVIÇO de..

06/04/2014 05:05

A ARTE a SERVIÇO de..

A tirania do gosto tenta atrelar a arte ao seu serviço, reduzi-la a condição de serva, ou até,  escraviza-la ou, pior ainda, violentá-la e prostituí-la.

Para estes tiranos - do gosto imponderável, eclético e utilitário - não vale o aviso de Nietzsche quando afirma (2000, p.134)[1] que:

a arte não pode ter sua missão na cultura e formação, mas seu fim deve ser alguém mais elevado que sobre passe a humanidade. Com isso deve satisfazer-se o artista. É o único inútil, no sentido mais temerário

 

Uma arte e uma escola de arte são competentes na medida em que possuem méritos e fortuna na instauração, manutenção e reprodução de um campo neutral no qual cada indivíduo ou coletivo tenha condições para manifestar, desenvolver e reproduzir o seu diferente, único e próprio do seu SER.

 

A’ARTE DEGENERADA’ não ESTAVA ao SERVIÇO do III REICH em 1937

http://www.nytimes.com/slideshow/2014/03/14/arts/design/20140314-DEGENERATE.html?ref=design&_r=0#1

http://www.nytimes.com/video/arts/design/100000002764882/degenerate-art-exhibit-of-1937.html?ref=design

MIGUEL ÂNGELO ANTONIONI (1912-2007) visita o MOISÉS de MIGUEL ÂNGELO BUONARROTI (1475-1564)

https://www.youtube.com/watch?v=6A5bVWwu-qQ&noredirect=1



[1] NIETZSCHE, Frederico Guillermo (1844-1900)  Sobre el porvenir de nuestras escuelas. Barcelona: Tusquets, 2000. 179.      

 

 

 

Contato

Poder Originário

prof.cirio.simon@gmail.com

Travessa PEDRO AMÈRICO nº 28 ap.11
Bairro São João - PORTO ALEGRE -RS
90.550-100

SEM TELEFONE

Pesquisar no site

© 2013 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode